Morto é Velado Jogando Poker em Porto Rico

Por: 26/01/2016

Fã de poker até após a morte.

Se no Brasil velório é sinônimo de tristeza e condolências, em outros lugares do mundo o ato de se despedir de um ente querido é uma atividade mais festiva. Mas um velório em Porto Rico atingiu outro patamar.

A insólita cena ocorreu na última segunda-feira, dia 25, na cidade de Barceloneta, um pequeno município de Porto Rico.

De acordo com José Meléndez, dono da Funerária Eterna Luz de Barceloneta, a ideia de embalsamar o corpo desta forma partiu do pai do jovem, que afirmou que o filho era apaixonado por poker, slots de cassinos e rinhas de galo.

“É a primeira vez que fazemos algo do tipo aqui, mas encaramos como algo normal, uma vez que já ocorreu algo semelhante em outras partes da ilha”, disse o responsável por embalsamar o corpo.

José se refere ao estranho hábito dos porto-riquenhos em velar entes queridos em situações inusitadas. Nos últimos meses ocorreram velórios de pessoas em pé, em um ringue de boxe, jogando dominó ou dirigindo um táxi.

O fã de poker Henry Rosario Martínez tinha 31 anos e morreu em consequência de uma overdose de medicamentos. Segundo a família, a ingestão dos remédios foi acidental e não se trata de um caso de suicídio.

Abaixo, você confere fotos de outros velórios bizarros e um vídeo da despedida a Henry Rosario Martínez.

morto moto

Velório de motociclista.

 

morto boxe

Velório de um boxeador e de um motorista de ambulância.

 

morto domino

Velório de um jogador de dominó.
Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

Veja uma ampla variedade de baralhos e maletas de fichas.


Veja mais:

Salas de Poker