Jogador é Banido da WSOP Por Contar Cartas no Blackjack

Por: 30/03/2015

Joe Stiers tentou contar cartas em uma mesa de blackjack em cassino e foi banido da rede Caesars 

O profissional de poker Joseph Stiers está vivendo o pesadelo de todo poker player: se tornou persona non grata na World Series of Poker.

O motivo não tem nenhuma relação com o poker. Ele foi pego contando cartas em uma mesa de blackjack no Baltimore’s Horseshoe Casino, cassino da rede Caesar’s, proprietária da WSOP. Por isso, ele teve sua entrada proibida em jogos e eventos realizados da empresa.

Apesar de não ser juridicamente ilegal, contar cartas no blackjack é uma prática proibida por todos os cassinos, e pode levar a graves consequências para alguém como Stiers.

“Eu estava tentando contar cartas em um nível amador, o que é algo que sempre vou fazer quando jogar blackjack, porque é um jogo de habilidade,” disse ele, que não sabia que sua atitude poderia levar ao banimento do maior festival de poker do mundo.

“Eu não sabia que um problema no blackjack me impediria de jogar na WSOP, se soubesse eu provavelmente não estaria jogando blackjack.”

Mesmo reconhecendo o erro, Joe Stiers afirma que não deveria ser impedido de participar do mundial de poker, pois não vê relação do evento com as outras atividades do cassino.

“Isso tira a legitimidade da WSOP como uma competição. Algumas pessoas a consideram um evento esportivo, e se eles dizem que os melhores jogadores não são bem-vindos – e eles nem tem que informar o motivo, podem dizer apenas que é porque  são donos da WSOP – então como pode ter legitimidade?”

 

Curta a página do MaisEV no Facebook siga-nos no Twitter.

 

Clique aqui para aprender a vencer no poker sem trapacear!

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker