Impostos Levam Quase 40% dos Prêmios da Mesa Final da WSOP

Por: 07/11/2013

Uma das principais razões dadas por profissionais brasileiros para evitar torneios ao vivo é a cobrança de impostos. De acordo com essa lógica, muitos deveriam desistir de jogar a WSOP, já que a fatiada representou pouco mais de 37% dos prêmios distribuídos na mesa final.

Segundo estimativa do site taxtabletalk.com, o IRS (equivalente à Receita Federal brasileira), irá abocanhar US$ 3,4 milhões do prêmio de Riess, fazendo com que o campeão mundial embolse “somente” US$ 4,8 milhões.

Ryan Riess

O vice-campeão Jay Farber também não verá boa parte do dinheiro, com 39% do prêmio* indo parar nas garras do leão americano. Pelo fato de ser um amador e ter como profissão seu trabalho em baladas, ele escapa de um imposto que incide em autônomos, no caso, jogadores profissionais.

Quem ri à toa é o francês Sylvain Loosli, que terminou na mesa final da WSOP como quarto colocado. Apesar de francês, ele mora em Londres, e Reino Unido não taxa ganhos provenientes de jogos de seus residentes, sejam amadores ou profissionais. Seus US$ 2,7 milhões ficarão intactos.

Na contramão de Loosli, o canadense Marc-Etienne McLaughlin, sexto colocado, terá quase 50% do prêmio convertido em impostos. Segundo o site, a incidência de impostos canadenses não é tão certa quanto à americana, mas provavelmente US$ 808 mil irão evaporar do seu prêmio de US$ 1,6 milhão.

Confira abaixo o quanto cada finalista do Main Event pagará em impostos (em vermelho) e o que restará para cada um (verde):

 

1º: Ryan Riess (EUA), US$ 8,3 milhões – US$ 3,5 milhões (42%) = US$ 4,8 milhões

2º: Jay Farber (EUA) US$ 5,1 milhões – US$ 2 milhões (39%) = US$ 3,1 milhões

3º: Amir Lehavot (EUA) US$ 3,7 milhões – US$ 1,6 milhões (43%) = US$ 2,1 milhões

4º: Sylvain Loosli (França) US$ 2,7 milhões –      ZERO       =  US$ 2,7 milhões

5º: JC Tran (EUA) US$ 2,1 milhões –  US$ 1 milhão (48%) =  US$ 1,1 milhão

6º Marc McLaughlin (Canadá) US$ 1,6 milhão – US$ 792 mil (50%) = US$ 808 mil

7º: M. Brummelhuiss (Holanda) US$ 1,2 milhão –  US$ 355 mil (29%) = US$ 870 mil

8º: David Benefield (EUA) US$ 944 mil – US$ 437 (46%) = US$ 507 mil

9º Mark Newhouse (EUA) US$ 733 mil – US$ 322 mil ( 44%) = US$ 410 mil

 

OBS: A diferença entre porcentagens deve-se ao fato do jogador ser profissional ou ter outras atividades. Cada estado americano tem um percentual de recolhimento de impostos próprio.

 

Já conhece os softwares de poker da Loja MaisEV? Com eles você aprimora seu jogo e se torna um vencedor!


Veja mais:

Salas de Poker