Heads-Up Final do WSOP: Joe Cada vs. Darvin Moon

Por: 10/11/2009

Bracelete Wsop 2009Foram longas 17 horas pra definir o heads-up do Main Event do WSOP de 2009.

Quando tudo começou com toda pompa e circunstância, ninguém poderia prever que levaria todo esse tempo para se chegar a dois finalistas.

A honra de dar início a mesa final dizendo “shuffle and deal” foi da lenda Doyle Brunson e do vencedor do ano passado Peter Eastgate.

O jogo começou muito devagar, com poucos lances acontecendo e precaução até mesmo excessiva.

James Akenhead foi o primeiro a proporcionar algumas emoções lutando com seu short stack para sobreviver, mas não durou muito. Akenhead e seu par de três contra Schaffel e sua trinca de noves.

Schaffel, que havia sido o algoz de Akenhead, foi o próximo a partir. Ele tinha um par de ases, mas o que são um par de áses contra os 4 reis de Buchman?
Schaffel eliminado, Buchman fortalecido.

Levou muito tempo para as coisas voltarem a se movimentar um pouco e a terceira eliminação foi a mais dolorida de todas.

Phil Ivey foi eliminado levando as esperanças de grande parte da torcida. Nunca uma eliminação foi tão lamentada. A situação de Phil Ivey era difícil desde o começo, mas mesmo assim a porcentagem de votação nele para campeão era tal que mais parecia que só havia ele de candidato na eleição.

Ivey foi all-in e Darvin Moon pagou. Ivey era AK, Moon era AQ. O flop trouxe um Q e foi o fim da linha.

Não demorou muito para Begleiter também cair sob a sombra de Moon. Steve Begleiter com QQ , Moon com AQ. Parecia que Begleiter iria vencer, só que o River trouxe um A arrasador.

Jeff Shulman cruzou espadas com Antoine Saout e não se saiu bem. Par de 7 de Shulman contra A9 de Saout. A mesa concedeu um 9 a Saout. Shulman deus adeus sem deixar saudades.

A sexta eliminação foi a 3ª com um personagem em comum – Darvin Moon.
Buchman A5 saiu da mesa e da final contra Moon KJ. A mesa concedeu a Moon um par de K e a Buchman um par de 5.

Antoine Saout saiu de um short stack e soube levar seu jogo aumentando suas chances, mas nem tudo deu certo e Cada ajudou um pouco nisso. Nesse ponto o cansaço já havia tomado conta da mesa, e a movimentação começou a ser maior. Saout não se saiu bem.

O heads-up estava se definindo quando Saout com 88 foi all-in com Joe Cada AK. Saout estava quase comemorando quando o River novamente virou tudo.

Darwin Moon X Joe Cada

Após muitas surpresas, decepções, admiração, rejeição e até mesmo espanto, sobraram Joe Cada e Darvin Moon.

Os dois chegaram a esta final table em condições bem diferentes.

Darvin Moon não era esperado nesta final, mas chegou entre os nove com o maior stack, bem maior diga-se de passagem do que o do 2º lugar em fichas.

Joe Cada não chegou na mesa final com um stack de respeito, mas chegou com vontade de mudar esse quadro e mudou.

Darvin Moon teve uma ação no jogo muitas vezes incompreensível, oscilando, caindo muito e depois se reerguendo.

Joe Cada na tentativa de ficar mais forte, chegou a cair, mas se recuperou e chegou a esse heads-up com uma vantagem muito boa.

Darvin Moon e Joe Cada são totais opostos.

Joe Cada com apenas 21 anos é profissional do poker, e tira seu sustento do jogo, desde que chegou a finalista do main event já trocou de patrocinadores e agora está com o PokerStars.

Darvin Moon tem 45 anos de idade, é amador no poker, sua profissão é madeireiro e é o que pretende ser quando tudo isto acabar. Não tem cartão de crédito ou e-mail e jamais jogou poker pela internet.

Não falta muito tempo agora pra essas diferenças serem postas sobre a mesa e vermos no que resultarão. De certo que será um jogo interessante.

Fique ligado, começa às 22:00h lá e às 4:00h da manhã aqui no Brasil.

Estaremos acompanhando cada lance e procurando informar nossos leitores o melhor possível.

Até lá, só pra relembrar a contagem de fichas:

Joseph Cada – 136,925,000
Darvin Moon – 58,875,000


Veja mais:

Salas de Poker