Gravação Secreta Revela Participação de Annie Duke em Golpe do UB

Por: 11/05/2013

Na última sexta-feira, uma nova evidência surgiu sobre o antigo escândalo de super contas do finado UltimateBet, confirmando a responsabilidade de Russ Hamilton sobre todo o golpe.

O esquema de Hamilton era uma ferramenta escondida no software do UltimateBet que permitia que pessoas específicas jogassem vendo todas as cartas de seus adversários. No total, mais de US$20 milhões foram roubados desta maneira.

A gravação, com duração de mais de três horas, foi revelada por Travis Makar, ex-consultor de tecnologia de Hamilton, que secretamente gravou uma reunião de seu empregador com outros participantes no esquema, como o empresário Greg Pierson, os advogados do site Daniel Friedberg e Sanford Millar.

A reunião aconteceu em 2008 – quando a trapaça foi descoberta por jogadores do site – e nela Hamilton e seus comparsas discutem detalhes do esquema e maneiras de acobertarem a situação, incluindo o pagamento de alguns poucos jogadores prejudicados, numa tentativa de demonstrar a inocência do UB.

Segundo a gravação, Russ Hamilton claramente admite que foi o responsável pelo roubo de US$16 milhões das contas dos jogadores. Ele diz ainda que utilizou parte deste dinheiro para pagar impostos e até mesmo bancar promoções do site. Além disso, Hamilton disse que o dinheiro roubado também foi utilizado para pagar buy-ins de jogadores patrocinados em torneios ao vivo.

Na discussão, alguns nomes conhecidos surgem, como Mike Mattusow e Prahlad Friedman, que são revelados como prejudicados pelo golpe. Mas o maior nome revelado é o de Annie Duke, até então nunca relacionada com o esquema. De acordo com Russ Hamilton, a ex-representante do UltimateBet e irmã de Howard Lederer também se aproveitou da “superconta”, com um delay de 15 minutos – o que não a permitia ver as cartas no momento em que eram jogadas, mas ainda dava vantagem sobre mãos não reveladas em hand histories.

Também foi dito que o ator e diretor de Hollywood Ben Affleck esteve entre os prejudicados. Segundo a gravação, havia um software que informava Russ Hamilton sempre que Affleck sentava em uma das mesas do UB. Com isso, Hamilton roubou mais de US$500 mil de Affleck.

Phil Hellmuth também foi citado na gravação, mas não como participante do esquema. Na conversa é dito que Hellmuth não estava relacionado ao golpe, mas que pode ter suspeitado de tudo, e que os golpistas pretendiam utilizá-lo como maneira de controlar os danos.

Indiretamente, a gravação atinge a credibilidade até mesmo de Barry Greenstein, que embora não esteja relacionado ao esquema, diversas vezes defendeu publicamente Russ Hamilton, seu amigo pessoal.
Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker