Funcionários do Full Tilt Temem Demissões

Por: 26/09/2011

Em entrevista à agencia de notícias Reuters, um trabalhador anônimo da empresa Pocket Kings, que é responsável pelo software e marketing do Full Tilt, informou que não há comunicações com a administração da companhia.

“Mesmo quando estava tudo bem, havia bastante distância. Eles nos contam apenas o mínimo. Não há comunicações, a maioria das informações nós vemos nos fóruns online. A moral está realmente muito baixa. Ninguém está fazendo nada, exceto pelos Recursos Humanos.”

Com uma expectativa de pelo menos 50% de cortes na empresa, ele disse que ninguém está trabalhando, e assim como os jogadores, muitos funcionários passam seu tempo procurando informações na internet.

“No momento, nós apenas ficamos sentados e não fazemos nada o dia todo, apenas lemos as notícias nos sites e fóruns de poker. Por três meses não fazemos nada. Todos se perguntam o que acontecerá. Há bastante incerteza.”

A audiência com a Alderney Gaming Control Comission, que deveria decidir sobre a renovação da licença de funcionamento, foi encerrada na última terça-feira mas até agora seu resultado não foi divulgado. E se nem os funcionários do Full Tilt sabem o que virá a seguir, a resposta da AGCC pode não ter sido aquela que esperávamos.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker