Estudantes de Engenharia Criam Máquina Feita de Lixo Para Ajudar Deficiente a Jogar Poker

Por: 23/02/2015

Protótipo feito de lixo eletrônico indica as jogadas do jogador, que tem movimentos restritos

Dois estudantes de engenharia decidiram usar seus conhecimentos para ajudar um amigo a praticar seu hobby favorito: jogar poker.

Euclides Marques e Lucas Damião, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), desenvolveram um equipamento que transmite sinais luminosos para indicar as escolhas do usuário.

O aparelho foi criado para José Wilson da Silva, de 27 anos, que é portador de uma condição que o impede de falar e o deixa com poucos movimentos. José adora o poker, mas só podia jogar acompanhado por alguém.

“O sobrinho do Zeca ficava com ele, mas discordava das suas opiniões.Foi quando notei que precisávamos desenvolver uma linguagem com Zeca. Tentamos movimento de cabeça, então chamei o grupo de Robótica e, juntamente com um dos membros, o Lucas, desenvolvemos um protótipo de comunicação usando sinais luminosos e botões, já que Zeca tem habilidades com os pés”, contou Euclides Marques em entrevista ao site G1.

Para criar o ZPC-01 (Zeca Poker Comunicator) Lucas e Euclides usaram materiais de lixo eletrônico, e já estão pensando em melhorias para que o equipamento possa ser utilizado por mais pessoas. No momento, o equipamento tem cinco botões, para as ações de fold, bet, check, raise e all-in, cada um com seu respectivo sinal luminoso.

“Usamos a luz para sinalizar os desejos do Zeca. Agora estamos pensando em modernizar com alguns mecanismos, que seria um equipamento de voz, que sai um som. Por enquanto, ele ainda precisa de alguém para auxiliar segurando as cartas”.

Euclides Marques, Zeca e Lucas Damião

Foto: Euclides Marques/ Arquivo pessoal

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Clique aqui para conhecer os melhores softwares de estudo de poker!

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker