É do Brasil: Thiago Decano é Campeão do Evento 38 da WSOP

Por: 21/06/2015

Thiago Decano levou US$546.843 ao derrotar o grego Sotirios Koutoupas

Não há outra maneira de começar esta notícia que não seja dizendo que nenhum jogador de poker brasileiro é mais merecedor de um bracelete que Thiago Nishijima, mais conhecido como o Decano.

Amplamente reconhecido como o jogador de poker mais técnico do Brasil, Thiago Decano chegou na mesa final do Evento #38: US$3.000 No-Limit Hold’em determinado a vencer, e vencer foi o que ele fez.

Chip leader entre os últimos cinco jogadores, Decano mandou dois de seus adversários para casa. Samad Razavi foi o primeiro, pouco depois da eliminação de Yun Fan por Jesse Sylvia, em 5º lugar.

Samad Razavi foi all-in com suas últimas 1.7 milhões de fichas no UTG e foi pago por Jesse Sylvia, apenas para foldar depois do raise all-in de 5.2 milhões de Thiago Decano.

Razavi mostrou 77 e Decano AK. A torcida brasileira foi a loucura pedindo um rei enquanto o dealer abria o board 982. O turn Q só aumentou a ansiedade, até que o river trouxe o esperado K para a nossa alegria.

Em seguida foi a vez do próprio Jesse Sylvia deixar o torneio pelas mãos de Decano. Agora foi o brasileiro que abriu as apostas com 260.000 do botão e viu o all-in do vice de 2012, com 1.96 milhões de fichas.

Abriram-se as cartas e Thiago Decano mostrou A10 e Jesse Sylvia K8. O americano acertou suas 34.9% de chances logo no flop Q98 com um par e um flush draw que felizmente não se completou no turn A nem no river 9, dando a merecida vitória a Thiago e mais uma vez mandando Jesse Sylvia com a bola na trave e US$211.731 como prêmio de consolação.

Depois disso, ele foi para o heads-up contra o grego Sotiros Koutoupas, que até então se preocupou apenas em continuar vivo no torneio, uma estratégia que se provou efetiva.

Thiago Decano HU

Decano começou o heads-up com quase o dobro de fichas de seu adversário, com 9.680.000 fichas contra 5.170.000 do grego.

Sotiros Koutoupas é o jogador mais lucrativo de seu país, com US$1.673.234 em ganhos antes desta WSOP. Ele teve sua única grande vitória ao vivo no ano passado, quando derrotou Eugene Katchalov no HU e venceu o EPT Deauville.

O oponente final de Thiago Decano se provou merecedor da posição em que chegou, puxando vários potes contra o brasileiro, fazendo 3-bets e apostas agressivas. Ainda assim, Decano manteve-se na liderança até o final, fazendo valer sua experiência que inclui outras duas mesas finais de WSOP para lentamente diminuir o stack do adversário.

Na última mão, com blinds 100.000/200.000, Sotirios Koutoupas apostou suas últimas 2.780.000 fichas com A5 e foi pago pelo brasileiro que abriu A9. O board veio 44264 e concretizou o sonho de Thiago Decano e toda a comunidade de poker com o terceiro bracelete do Brasil.

 

Este foi o resultado final do Evento 38 da WSOP:

1. Thiago “Decano” Nishijima – US$ 546.843
2. Sotirios Koutoupas – US$ 338.414
3. Jesse Sylvia – US$ 211.731
4. Samad Razavi – US$ 153.682
5. Taiwan Yun Fan – US$ 113.452
6. Alexander Freund – US$ 85.049
7. Alexander Keating – US$ 64.691
8. Duncan McCallum – US$ 49.868
9. Steve Brecher – US$ 38.960
Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker