Conheça os Adversários de Fernando Konishi e Caio Toledo na Mesa Final do Monster Stack da WSOP

Por: 17/06/2015

 Adversários de Fernando e Caio no Monster Stack são um misto de jogadores experientes e amadores.

A dupla brasileira carrega a esperança de conquistar o bracelete de um dos maiores eventos da WSOP de 2015 e fizemos um apanhado de informações para que você saiba quem, entre os sete outros finalistas, pode prejudicar o caminho brasuca rumo ao título.

Fernando chega como chip leader com 20.800.000 fichas (52 big blinds), e Caio terá 5.500.000 fichas quando o jogo reiniciar, ou seja, 13 big blinds. O campeão leva US$ 1.2 milhão e os nove já garantiram US$ 117 mil.

Asi Mosh – 2º colocado, com 14.725.000 fichas (36 big blinds)

O judeu-canadense é um dos jogadores experientes que Fernando e Caio enfrentarão na mesa final. Asi soma quase US$ 900 mil em prêmios na carreira e já conheceu a maior glória do poker: ganhou seu bracelete no ano passado, quando derrotou 2.395 jogadores no Evento #55 ($1.500 NLH) e faturou US$ 582 mil.

Kevin Kung – 3º colocado, com 14.075.000 fichas (35 big blinds)

Kevin soma quase US$ 200 mil ganhos em torneios ao vivo, e já participou de competições em Macau. Acostumado a jogar torneios na faixa de buy-in de $1.500-$2.000, faz a sua primeira mesa final da série.

Hoyt Corkins (ao lado) – 4º colocado, 12.925.000 fichas. (32 big blinds)hoyt-corkins

Hoyt é o mais experiente entre os nove. Com quase US$ 6 milhões em ganhos, ele tem em casa dois braceletes da série e dois títulos do WPT. Presença frequente na série desde a década de 80, Hoyt deixou o poker de lado por um período para se dedicar à criação pecuária. Voltou ao jogo e mostrou estar em forma com um grande número de mesas finais nos principais torneios do mundo.

Christian Rodriguez – 5º colocado, 12.675.000 fichas (31 big blinds)

Christian pode ser considerado um dos oponentes mais fracos dos brasileiros. Com US$ 42 mil em ganhos, ele joga torneios pequenos, geralmente na faixa de buy-in entre $200 e $500. Seu melhor resultado foi um ITM no WPT Seminole Hard Rock Poker Showndown, onde levou para casa quase US$ 10 mil.

Eric Place – 6º colocado, 12.500.000 fichas. (31 big blinds)

Eric tem experiência em torneios ao vivo e já participou de disputas na Itália, Espanha, Bahamas e também no Canadá, seu país natal. Foi lá onde conseguiu seu melhor resultado, o título do Brotish Columbia Poker Open, que rendeu US$ 294 mil. Desde então, ele arrecadou outros US$ 90 mil em vários torneios mundo afora.

Perry Shiao – 7º colocado, 10.000.000 fichas (25 big blinds)

Perry tem apenas US$ 8.000 em ganhos, parte em um torneio com buy-in de $60, e a outra parte em um de $115. Isso já diz tudo.

Joshua Wallace – 9º colocado, 4.675.000 fichas (11 big blinds)

Além de ser o shortstack da mesa, Joshua não parece ser uma ameaça. O canadense tem US$ 50 mil em ganhos e, embora já tenha sido premiado em dois torneios desta WSOP, costuma jogar eventos com buy-in de $500.

A decisão acontece a partir das 15 horas e você poderá acompanhar aqui pelo MaisEV.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Conheça os melhores livros de estratégia para torneios.


Veja mais:

Salas de Poker