Brasileiros São Massacrados Pelo River e Dão Adeus ao EPT Grand Final

Por: 06/05/2015

Ás no river eliminou Akkari, enquanto Simão perdeu boa parte do stack contra flush no river.

Momentos atrás chegou ao fim o sonho de João Simão e André Akkari no EPT Grand Final.

João perdeu boa parte do seu stack em um blefe malsucedido contra o libanês Hady El Asmar. Após aumentar para 35.000 no hijack, João levou uma 3-bet de 85.000 e ambos pediram mesa no flop 643. No turn 6, João apostou 100.000 e foi pago. No river K, o brasileiro apostou todas as fichas e foi pago na hora por Hady. Com seu 22 transformado em blefe, a decisão se mostrou de um péssimo timing, já que o libanês fez um flush no river com o seu J8.

A fatiada tirou 2/3 das fichas de João, que ficou com o menor stack entre os sobreviventes com 15 big blinds.

Mãos depois, foi a hora do mineiro se despedir do torneio. Com 98, Simão precisava da ajuda do bordo contra o AT do bielorusso Anton Astapau. Entretanto, o bordo 6KJT8 eliminou o mineiro na 20ª posição, que embolsou €45.700, aproximadamente R$ 155 mil.

Já Akkari participou da mesa televisionada e não teve sorte diferente, sendo eliminado logo no início do segundo nível.

Após ver seu stack encolher, Akkari estourou all-in com cerca de 10 big blinds e foi pago pelo argentino Juan Pastor.

Akkari: 77

Juan: A8

Apesar do flip, o bordo K2JJ apontava grandes chances do brasuca dobrar, bastando evitar um ás no river ou um K. Porém, foi justo um A que apareceu na última carta e Akkari deu adeus ao EPT Grand Final na 23ª colocação, faturando €40.050 (R$135 mil).

O EPT Grand Final segue em disputa até restarem 16 jogadores.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Confira os melhores livros de estratégia para torneios online.


Veja mais:

Salas de Poker