André Akkari

Por: 11/08/2015

akkari bracelete

Você pode recém ter descoberto o poker, e provavelmente já deve ter ouvido o nome o nome de André Akkari, tamanha sua importância na história do jogo no país.

Nascido em São Paulo em 1974, o poker cruzou o caminho de Akkari por acaso. Em maio de 2005, ele fora convidado a executar um trabalho relacionado ao poker. Sócio de uma firma de e-commerce, o cliente buscava montar uma loja virtual com camisetas, bonés e acessórios de poker. Com o intuito de se familiarizar com o produto, Akkari abriu uma conta em uma sala de poker e começou a aprender as regras do joguinho. Foi paixão à primeira vista.

“Eu já assistia aos programas de poker na ESPN e comecei a prestar atenção com mais carinho. Achei o jogo muito legal, comprei o Super System, do Doyle Brunson e, sem saber muito inglês, utilizava o Alta Vista (N.R: famoso site de buscas em uma época pré-Google) para traduzir o que eu não entendia”.

Sem desgrudar do livro, Akkari deu seus primeiros passos no poker online. E começou a colher frutos já cedo. Jogador de torneios, conquistou bons prêmios com poucos meses de treino e conseguiu criar algum bankroll. Fruto de muito tempo de estudo e prática.

Ainda em 2005, viajou para Las Vegas com a intenção de vivenciar mais o jogo. Longe de ter um bankroll para grandes torneios, sua planilha de eventos era extremamente humilde. “Minha planilha tinha torneios de US$ 25, em cassinos muito catrupes, e o ápice para mim eram os torneios de US$ 45. Joguei um destes de US$ 45 no Binion’s Horseshoe, (NR: tradicional cassino de Vegas e berço da WSOP) e ganhei US$ 460 com o sexto lugar”, lembra Akkari.

Com o prêmio, Akkari decidiu aproveitar o momentum e se inscreveu em um torneio especial, em homenagem ao aniversário de Doyle Brunson, que aconteceria no dia seguinte com buy-in de US$ 450. A sorte sorriu para Akkari, que chegou ao heads-up e faturou US$ 11 mil ao vencer o torneio. Como uma espécie de “bênção do padrinho do poker”, foi a senha para Akkari largar tudo e investir na carreira de jogador.

“Foi um dos momentos mais felizes da minha carreira. Lembro muito do sentimento em ganhar aquela parada  e como serviu de motivação para eu tomar minhas decisões futuras”.akkari pokerstars

Akkari seguiu com bons resultados no PokerStars e as viagens a Vegas se tornaram costume. Com bons resultados em torneios ao vivo, desta vez em cassinos maiores como o Bellagio, Akkari foi procurado para ser patrocinado pelo PokerStars em 2007, uma decisão que mudou sua carreira.

“O patrocínio do PokerStars foi um diferencial muito grande na minha carreira. Acredito que, como jogador, tudo seria muito parecido, mas em termos de exposição, o apoio do PokerStars faz muita diferença”, conta Akkari, que participa de inúmeros programas por conta das ações da sala e é o principal embaixador brasileiro do esporte.

Em 2011 ocorreu o grande momento da vida de Akkari como jogador. O paulista conquistou a grande glória do poker ao vencer Nacham Berlim no heads-up do Evento #43 ($1.500 NLH) da WSOP e, enfim, pôs as mãos no bracelete.

“Aconteceu tudo de um jeito mágico. Cheguei ao dia 3 com 18 jogadores restantes e em 18º lugar, com apenas nove big blinds. Mas na primeira ou segunda mão eu dobrei meu stack, e 20 minutos depois já era chip leader. Na mesa final, me envolvi em um all-in triplo e fiquei gigante. Havia uns 300 brasileiros em Vegas, e todo mundo tava lá me apoiando, o pessoal largou seus próprios torneios e foi lá torcer. Não tinha como não dar certo”, lembra Akkari sobre a conquista que lhe rendeu US$ 675 mil.

No online, seu maior resultado foi o segundo lugar em um evento da modalidade HORSE no World Championship of Online Poker, o campeonato mundial de poker do PokerStars, onde ganhou US$ 200 mil.

Mas Akkari não é apenas um jogador de poker. O atleta usa sua imagem para divulgar o esporte, e é um dos principais nomes do poker do país, seja formando jogadores através de sua escola, investindo nos principais eventos de poker do Brasil, ou simplesmente divulgando o Brasil mundo afora.

Hoje, André Akkari já tem quase US$ 1,5 milhão de ganhos em torneios ao vivo, e mais de US$ 3 milhões em torneios online.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker