Lucas Fauth Fala Sobre Planos, Brasil Poker Live e Daniel Colman

Por: 04/09/2015

 Conversamos rapidamente com Lucas Fauth, que está nos EUA, de onde participou de alguns eventos e curte as férias com a família.

A 67ª posição no Main Event da WSOP valeu US$ 96.445 ao gaúcho Lucas Fauth. Melhor brasileiro no torneio, ele chamou a atenção da mídia especializada não só pelo resultado, mas também pelo seu comportamento. Conhecemos um Lucas humilde, frustrado por não ter levado a bandeira brasileira ainda mais adiante, mas com uma sinceridade ímpar e um carisma notório.

A exposição também rendeu um acordo de patrocínio. Convidado pelo site Brasil Poker Live a participar do Seminole Open Championship, torneio que o permitiu acumular ainda mais experiência ao jogar por horas à esquerda do craque Daniel Colman, como ele nos conta nesta rápida entrevista. De quebra, Lucas embolsou US$ 32.500 ao ser eliminado na 20ª posição.

Lucas FauthComo tem sido a viagem aos EUA? Além do Seminole você participou de outros eventos?

Está sendo perfeita, conhecendo lugares e praias maravilhosas, e realizando o sonho de poder levar junto meus pais que merecem demais ter esses momentos! Joguei só aqueles eventos do Seminole, pois estou dando prioridade para aproveitar com a família, já que quando eu voltar ao Brasil irei jogar o evento do Brasil Poker Live em Camboriú, o LAPT em Punta Del Este e dar diversos coaching que estão marcados.

Como foi a experiência de ter jogado com Daniel Colman à esquerda? 

Foi uma experiência única, já que somando o dia 1 e dia 3, joguei umas 14 horas com ele na minha esquerda, então consegui aprender bastante ao ver suas jogadas na mesa e suas linhas de raciocínio durante cada mão.

Ele é muito completo, bem agressivo mas sabe a hora de ficar algumas órbitas sem jogar. Quando você menos espera ele volta a jogar dando cold 4-bet light porque aquele spot era perfeito pra isso.

Na mesa ele é muito humilde, fica conversando com todo mundo, conversou comigo em português, elogiou a cidade do Rio de Janeiro e disse que morou 6 meses lá. No final do dia 2 perguntou com quantas fichas eu tinha passado, e mandou um “nice stack!” rindo e me mostrando que tinha passado com o mesmo número de fichas, que naquele momento era 1,5x a média.

Outro dia voltamos a jogar na mesma mesa e  pude ter mais um “coaching gratuito”, onde vi ele blefar o chip leader e deu showdown, passando o recado pro líder que ele não tem medo de fichas e para o mesmo parar de fazer jogadinha pra cima dele.

Ocorreu também de um senhor de 70 anos apostar no river 3,5 BBs em um pote de 13 BBs e, mesmo tendo 80 BBs em seu stack, ele pensa três minutos no river e faz várias perguntas pro senhor antes de pagar, enquanto muitos jogadores no lugar dele não dariam tanto valor por aqueles 3,5 BBs naquele momento e dariam insta call. E por último ele aposta valor no river num board 9-T-Q-7-A, e estou pensando se o meu KTo era bom, aí ele olha pra mim e fala “Tem KT?”, começo a rir e falo que sim e pergunto se era bom… aí ele fala que não podia responder, pago e ele mostra 33.

Qual a sua expectativa em relação ao Brasil Poker Live? Quais as diferenças e semelhanças, em relação ao field do Main Event, você espera encontrar?

Minha expectativa é a melhor possível, pois é um site que está crescendo bastante e investindo muito no Brasil, tanto ao vivo quanto online.

Tive a oportunidade de jogar a WSOP, LAPT, BSOP e o Seminole nos últimos dois meses e cada um desses torneios tem suas características e jogadores com padrões diferentes.

Na WSOP os jogadores controlam muito os potes e não colocam todas suas fichas sem ter uma mão forte. Já o field que espero encontrar no evento do Brasil Poker Live em Camboriú é parecido com o do BSOP, onde os raises pré-flop são maiores, não costumam controlar o pote, pagam all in com mãos mais fracas, jogam com menos pressão do dinheiro e tem ainda a opção de fazer reentrada.

Aproveite o espaço e deixe seu recado.

Muito obrigado pela entrevista, por todas mensagens legais que recebo da galera, e por toda a positividade mandada pelos jogadores que se identificam e acompanham meu trabalho. Espero continuar evoluindo e ter cada vez mais resultados expressivos, sempre com os pés no chão, respeitando quem já chegou lá e quem se dedica diariamente pra alcançar seus objetivos!

 

Agradecemos ao generoso Lucas pela atenção e tempo dedicado em conversar com a gente.
Se você quiser ter a chance de enfrentar Lucas Fauth nas mesas, busque sua vaga ao Brasil Poker Live, torneio com R$1,5 milhão em premiação garantida que acontece de 9 a 14 de setembro em Balneário Camboriú, Santa Catarina.

 

VEJA TAMBÉM: PERFIL: A HISTÓRIA DE DANIEL COLMAN

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

Aqui você encontra os melhores livros de estratégias para torneios.


Veja mais:

Salas de Poker