Entrevista – Philippe Martineau

Por: 03/06/2010

Danilo Telles: Desde quando vocês estão aí?

Philippe Martineau: Eu estou desde 17 e janeiro, os outros 3 caras chegaram uma semana antes

Danilo Telles: E por que vocês decidiram morar aí?

Philippe Martineau: Foi uma idéia do Josh, não sei exatamente como ele acabou falando em Tailândia. Mas ele fez um tópico no fórum da DeucesCracked, e como nós somos todos membros, fizemos um grupo no skype, que teve bastante gente. E alguns de nós decidimos seguir em frente, se acostumando às pessoas no grupo e fazendo perguntas sobre as coisas na Tailândia.

Danilo Telles: Mas vocês não se conheciam antes disso?

Philippe Martineau: Não de verdade. Eu pelo menos, não. Então foi um tipo de tiro no escuro, saber se nos daríamos bem ou não.

Danilo Telles: E como vocês estão se saindo até agora?

Philippe Martineau: É muito bom, muito divertido, mas podia ter sido um desastre. Nós conversamos sobre isso, sobre o fato de que poderia ter sido ruim. Nós podíamos ser quatro retardados que não conseguem conviver com outras pessoas. Mas não é o caso.

Danilo Telles: De onde vocês são?

Philippe Martineau: Eu sou de Québec, Canadá. Lex é da Bélgica. Rich e Josh da Inglaterra.

Danilo Telles: Qual foi a maior dificuldade que tiveram ao chegar aí?

Philippe Martineau: Acho que foi encontrar uma casa para alugar. Mas eu não estava aqui quando eles começaram. Nós visitamos várias casas que não se encaixavam nas nossas necessidades, então perdemos bastante tempo nisso.

Danilo Telles: E depois disso?

Philippe Martineau: Conseguir as coisas para a casa, esperar pela internet e fazer compras.

Danilo Telles: Tiveram muitos problemas com o idioma?

Philippe Martineau: Entre nós, conseguimos nos entender muito bem. Eu sou o único que não fala inglês 100% perfeito, mas isso não é um problema.

Danilo Telles: E para se comunicar com as pessoas daí?

Philippe Martineau: Ah, às vezes é um bom desafio. Nós tivemos algunas aulas de tailandês, mas não levamos pra frente. Sabemos um pouco do básico, Josh sabe mais já que ele sai bastante, principalmente com garotas daqui. Seria melhor ter uma namorada tailandesa que fale inglês.

Danilo Telles: A população em geral aí fala inglês?

Philippe Martineau: Em alguns lugares turísticos. Mas eles entendem o básico, como dizer preços. Você pode ir num lugar onde as pessoas falam bem e em outro onde ninguém pode te ajudar.

Danilo Telles: E como é o estilo de vida aí, considerando que vocês ganham em dólares ou euros?

Philippe Martineau: É bem barato. Eu fui ao dentista ontem para reparar uma obturação. Me custou 400 bath, o que seria uns $10. Nós também fomos a um restaurante francês nessa semana. Com tira gosto, prato principal, sobremesa, 2 bebidas e gorjeta gastamos 900 bath, cada um, o que é menos de $30. E o lugar tinha bastante classe, e a apresentação era incrível, como um restaurante gastronômico. Você pode comer por 30-50 bath e não sentir fome depois.

Nós temos uma faxineira que vem 3 vezes por semana, que faz tudo, das 10:00 até as 15-16:00, por 400 bath por dia.

Danilo Telles: E quanto é isso em dólares?

Philippe Martineau: Para mim, 1000 bath é em torno de 33 dólares canadenses, o que é quase igual em US$. Então dá US$ 12-15. E nós somos quatro, então dá 100 bath para cada um

Danilo Telles: E o lugar em geral, é muto pobre ou também há bastantes lugares bonitos?

Philippe Martineau: Ambos. Nós vivemos em uma casa muito boa, em um lugar muito bom. Há alguns lugares legais, mas é um pouco misto. Você pode ver pessoas pobres ou lugares medíocres quando sai.

Danilo Telles: Voltando à questão dos custos, como é o custo das casas por aí?

Philippe Martineau: 14 000 bath para cada, o que é em torno de $450. Mas nós temos contas de eletricidade, internet e água. A eletricidade é bem cara, mas estamos numa temporada de calor, então o ar condicionado está sempre ligado.

Danilo Telles: Você teria alguma foto da casa para nos mostrar?

Philippe Martineau: Sim, tenho um vídeo que Josh fez da nossa casa. Está aqui. http://www.facebook.com/video/video.php?v=584552512763

Danilo Telles: Enquanto carrego o vídeo, vou fazer algumas perguntas feitas por nossos usuários. A primeira é simples, mas bem interessante. Por que a Tailândia?

Philippe Martineau: Bem, acho que o Josh responderia melhor essa questão, mas era um lugar bem popular no fórum 2+2. Nós encontramos vários outros jogadores de poker aqui.

Para mim o motivo é: quente – barato – novidade. Eu sou de Québec, então o inverno é bem frio, e eu não gosto de frio.

Danilo Telles: E como foi se adaptar à cultura daí?

Philippe Martineau: Bem, não é tão difícil. Você vai aprendendo ao fazer as coisas errado, ou ao ver os outros fazendo.

Danilo Telles: E quão diferente é a cultura daí?

Philippe Martineau: Muito diferente. Muitas coisas são diferentes.

Danilo Telles: Pode me dar alguns exemplos?

Philippe Martineau: Bem, quase não há leis de transito aqui. Eu não lembro exatamente como se tira a carteira de motorista, mas as pessoas aqui não sabem dirigir muito bem. E ninguém consegue fazê-los respeitar as coisas. Só o sinal verde e vermelho é algo que eles respeitam, já que podem morrer se não respeitarem.

Já vi caminhões muito acima do peso, e muitos deles são máquinas de poluição. Já vi mais de 10 pessoas na traseira de uma pick up. Já vi até mesmo 3 pessoas em uma scooter, ou alguém com um cachorro ou até mesmo com um bebê.

Danilo Telles: Outra pergunta dos nossos usuários é sobre a dificuldade em alugar uma casa. Pediram muitos documentos?

Philippe Martineau: Foi bem fácil. 3 meses de depósito, uma cópia do passaporte de cada um e um contrato assinado. O maior desafio foi encontrar a casa.

Danilo Telles: Por que?

Philippe Martineau: Bem, nós éramos 6, e encontrar uma casa com 6 quartos foi impossível. E alguns queriam viver um pouco distante, enquanto outros queriam morar na cidade. Então nos dividimos, em 2 e 4.

Philippe Martineau: E alguns agentes imobiliários eram ruins, outros eram bons.

Danilo Telles: E quanto à violência?

Philippe Martineau: Bem, quando voltamos da primeira visita à nossa casa, com o agente imobiliário, nós vimos um cara morto na rua. Provavelmente foi a máfia, segundo nosso agente. Quando estávamos na casa de hóspedes, tomando uma cerveja do lado de fora, teve um dia que houve uma confusão tarde da noite, num bar perto. Dois caras foram presos pela polícia.

Philippe Martineau: Mas a confusão de Bangkok é longe de nós, já que são 8 horas de distância, de carro.

Danilo Telles: Em que lugar vocês vivem, exatamente?

Philippe Martineau: Chiang Mai. 2ª maior cidade da Tailândia, fica no norte.

Danilo Telles: E por que escolheram esse lugar?

Philippe Martineau: Acho que foi porque é mais quieto e menos caro do que em outros lugares.

Danilo Telles: Vocês são jogadores de poker, então alguém pode terminar com prejuízo no fim do mês. Como vocês fazem nesse caso?

Philippe Martineau: Vamos esperar que isso não aconteça. Pra Rich e Lex isso não é problema. Josh tem que grindar, mas ele está indo bem, e o mesmo vale para mim.

As contas, aluguel e etc dão menos de $1000 por mês, então se não gastar muito dinheiro, você pode pagar tudo sem grandes problemas.

Danilo Telles: E quanto você gasta por mês, para ter um bom estilo de vida, mas sem desperdício?

Philippe Martineau: É difícil dizer, não controlo muito, pra ser honesto. Provavelmente $1500 para mim, talvez mais para os outros já que eles saem e bebem mais.

Danilo Telles: O que vocês jogam?

Philippe Martineau: Eu jogo 6max nl 100, dando tiros em nl 200. Lex joga entre nl 1/2 e 10/20. Rich joga nl 100 na maior parte do tempo. Jogava full ring mas agora também joga 6max. Josh joga nl 40-50 e está subindo para nl 100.

Danilo Telles: Você conhece Phuket e Pattaya? Qual destes lugares gosta mais, e qual escolheria para morar?

Philippe Martineau: Conheço mas nunca fui lá. Rich foi em Phuket encontrar com um amigo há uns dias atrás. E ele ficou um pouco impressionado com o lugar, com o hotel, barulho e algumas outras coisas.

Já ouvi falar em Pattaya, mas é um lugar mais para turismo sexual, então não me preocupei com o lugar.

Nós escolhemos Chiang Mai por ser um lugar mais quieto e barato. Acho que é mais barato que Phuket.

Danilo Telles: E como é a qualidade da internet aí?

Philippe Martineau: Horrível. Estamos procurando um jeito de colocar uma internet mais rápida e mais estável. Mas aqui, não existe internet boa. Estamos procurando por internet via satélite se for possível, ou algo assim que possa ser útil.

A internet aqui pode estar ok mas de repente cair ou ficar lenta. Nós temos um modem USB para usar como backup quando estivermos jogando, mas ainda assim é irritante, como quando você está em um pote. É basicamente dinheiro perdido.

Danilo Telles: E como é a legislação em relação ao poker?

Philippe Martineau: Nós não saímos contando pra todo mundo, então não temos problemas. Só dizemos que trabalhamos no computador.

Danilo Telles: E para morar aí, precisa de algum tipo de visto?

Philippe Martineau: Para mim, dura 60 dias e eu posso conseguir na imigração uma extensão de 30 dias. Quando vencer, eu saio da fronteira e volto com mais 60 dias de visto.

Dura basicamente 1 dia, 3 horas de carro. Há algumas empresas que fazem isso, com motorista e carro com ar condicionado. Você ultrapassa a fronteira e volta.

Danilo Telles: Então você precisa renovar seu visto a cada 60 dias?

Philippe Martineau: Para mim, sim. Josh, Lex e Rich tem vistos de 1 ano, mas tem que sair a cada 90 dias. Já ouvi falar de pessoas com visto de estudante de 1 ano, mas que não vão na escola, e não parecem ter nenhum problema.

Danilo Telles: Bem Philippe, estas são todas as dúvidas que nossos usuários tinham. Obrigado por responder nossa entrevista, nossos leitores ficarão satisfeitos.

Philippe Martineau: Sem problemas.

Danilo Telles: Para saber mais sobre a vida de Philippe e seus amigos na Tailândia, visitem o blog Thailand & Poker (em inglês).

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

Danilo Telles: O que vocês jogam?

Philippe Martineau: Eu jogo 6max nl 100, dando tiros em nl 200.

Philippe Martineau: Lex joga entre nl 1/2 e 10/20. Rich joga nl 100 na maior parte do tempo. Jogava full ring mas agora também joga 6max. Josh joga nl 40-50 e está subindo para nl 100.

Danilo Telles: Desde quando vocês estão aí?

Philippe Martineau: Eu estou desde 17 e janeiro, os outros 3 caras chegaram uma semana antes

Danilo Telles: E por que vocês decidiram morar aí?

Philippe Martineau: Foi uma idéia do Josh, não sei exatamente como ele acabou falando em Tailândia.

Philippe Martineau: Mas ele fez um tópico no fórum da DeucesCracked, e como nós somos todos membros, fizemos um grupo no skype, que teve bastante gente.

Philippe Martineau: E alguns de nós decidimos seguir em frente, se acostumando às pessoas no grupo e fazendo perguntas sobre as coisas na Tailândia.

Danilo Telles: Mas vocês não se conheciam antes disso?

Philippe Martineau: Não de verdade. Eu pelo menos, não. Então foi um tipo de tiro no escuro, saber se nos daríamos bem ou não.

Danilo Telles: E como vocês estão se saindo até agora?

Philippe Martineau: É muito bom, muito divertido, mas podia ter sido um desastre. Nós conversamos sobre isso, sobre o fato de que poderia ter sido ruim. Nós podíamos ser quatro retardados que não conseguem conviver com outras pessoas. Mas não é o caso.

Danilo Telles: De onde vocês são?

Philippe Martineau: Eu sou de Québec, Canadá. Lex é da Bélgica. Rich e Josh da Inglaterra.

Danilo Telles: Qual foi a maior dificuldade que tiveram ao chegar aí?

Philippe Martineau: Acho que foi encontrar uma casa para alugar. Mas eu não estava aqui quando eles começaram. Nós visitamos várias casas que não se encaixavam nas nossas necessidades, então perdemos bastante tempo nisso.

Danilo Telles: E depois disso?

Philippe Martineau: Conseguir as coisas para a casa, esperar pela internet e fazer compras.

Danilo Telles: Tiveram muitos problemas com o idioma?

Philippe Martineau: Entre nós, conseguimos nos entender muito bem. Eu sou o único que não fala inglês 100% perfeito, mas isso não é um problema.

Danilo Telles: E para se comunicar com as pessoas daí?

Philippe Martineau: Ah, às vezes é um bom desafio. Nós tivemos algunas aulas de tailandês, mas não levamos pra frente. Sabemos um pouco do básico, Josh sabe mais já que ele sai bastante, principalmente com garotas daqui. Seria melhor ter uma namorada tailandesa que fale inglês.

Danilo Telles: A população em geral aí fala inglês?

Philippe Martineau: Em alguns lugares turísticos. Mas eles entendem o básico, como dizer preços.

Philippe Martineau: Você pode ir num lugar onde as pessoas falam bem e em outro onde ninguém pode te ajudar.

Danilo Telles: E como é o estilo de vida aí, considerando que vocês ganham em dólares ou euros?

Philippe Martineau: É bem barato. Eu fui ao dentista ontem para reparar uma obturação. Me custou 400 bath, o que seria uns $10. Nós também fomos a um restaurante francês nessa semana. Com tira gosto, prato principal, sobremesa, 2 bebidas e gorjeta gastamos 900 bath, cada um, o que é menos de $30. E o lugar tinha bastante classe, e a apresentação era incrível, como um restaurante gastronômico. Você pode comer por 30-50 bath e não sentir fome depois.

Nós temos uma faxineira que vem 3 vezes por semana, que faz tudo, das 10:00 até as 15-16:00, por 400 bath por dia.

Danilo Telles: E quanto é isso em dólares?

Philippe Martineau: Para mim, 1000 bath é em torno de 33 dólares canadenses, o que é quase igual em US$. Então dá US$ 12-15. E nós somos quatro, então dá 100 bath para cada um

Danilo Telles: E o lugar em geral, é muto pobre ou também há bastantes lugares bonitos?

Philippe Martineau: Ambos. Nós vivemos em uma casa muito boa, em um lugar muito bom. Há alguns lugares legais, mas é um pouco mixto. Você pode ver pessoas pobres ou lugares medíocres quando sai.

Danilo Telles: Voltando à questão dos custos, como é o custo das casas por aí?

Philippe Martineau: 14 000 bath para cada, o que é em torno de $450. Mas nós temos contas de eletricidade, internet e água. A eletricidade é bem cara, mas estamos numa temporada de calor, então o ar condicionado está sempre ligado.

Danilo Telles: Você teria alguma foto da casa para nos mostrar?

Philippe Martineau: Sim, tenho um vídeo que Josh fez da nossa casa. Está aqui. http://www.facebook.com/video/video.php?v=584552512763

Danilo Telles: Enquanto carrego o vídeo, vou fazer algumas perguntas feitas por nossos usuários. A primeira é simples, mas bem interessante. Por que a Tailândia?

Philippe Martineau: Bem, acho que o Josh responderia melhor essa questão, mas era um lugar bem popular no fórum 2+2. Nós encontramos vários outros jogadores de poker aqui.

Para mim o motivo é: quente – barato – novidade. Eu sou de Québec, então o inverno é bem frio, e eu não gosto de frio.

Danilo Telles: E como foi se adaptar à cultura daí?

Philippe Martineau: Bem, não é tão difícil. Você vai aprendendo ao fazer as coisas errado, ou ao ver os outros fazendo.

Danilo Telles: E quão diferente é a cultura daí?

Philippe Martineau: Muito diferente. Muitas coisas são diferentes.

Danilo Telles: Pode me dar alguns exemplos?

Philippe Martineau: Bem, quase não há leis de transito aqui. Eu não lembro exatamente como se tira a carteira de motorista, mas as pessoas aqui não sabem dirigir muito bem. E ninguém consegue fazê-los respeitar as coisas. Só o sinal verde e vermelho é algo que eles respeitam, já que podem morrer se não respeitarem.

Já vi caminhões muito acima do peso, e muitos deles são máquinas de poluição. Já vi mais de 10 pessoas na traseira de uma pick up. Já vi até mesmo 3 pessoas em uma scooter, ou alguém com um cachorro ou até mesmo com um bebê.

Danilo Telles: Outra pergunta dos nossos usuários é sobre a dificuldade em alugar uma casa. Pediram muitos documentos?

Philippe Martineau: Foi bem fácil. 3 meses de depósito, uma cópia do passaporte de cada um e um contrato assinado.

Philippe Martineau: O maior desafio foi encontrar a casa.

Danilo Telles: Por que?

Philippe Martineau: Bem, nós éramos 6well, e encontrar uma casa com 6 quartos foi impossível. E alguns queriam viver um pouco distante, enquanto outros queriam morar na cidade. Então nos dividimos, em 2 e 4.

Philippe Martineau: E alguns agentes imobiliários eram ruins, outros eram bons.

Danilo Telles: E quanto à violência?

Philippe Martineau: Bem, quando voltamos da primeira visita à nossa casa, com o agente imobiliário, nós vimos um cara morto na rua. Provavelmente foi a máfia, segundo nosso agente.

Philippe Martineau: Quando estávamos na casa de hóspedes, tomando uma cerveja do lado de fora, teve um dia que houve uma confusão tarde da noite, num bar perto. Dois caras foram presos pela polícia.

Philippe Martineau: Mas a confusão de Bangkok é longe de nós, já que são 8 horas de distância, de carro.

Danilo Telles: Em que lugar vocês vivem, exatamente?

Philippe Martineau: Chiang Mai

Philippe Martineau: 2ª maior cidade da Tailândia, fica no norte.

Danilo Telles: E por que escolheram esse lugar?

Philippe Martineau: Acho que foi porque é mais quieto e menos caro do que em outros lugares.

Danilo Telles: Vocês são jogadores de poker, então alguém pode terminar com prejuízo no fim do mês. Como vocês fazem nesse caso?

Philippe Martineau: Vamos esperar que isso não aconteça. Pra Rich e Lex isso não é problema. Josh tem que grindar, mas ele está indo bem, e o mesmo vale para mim.

As contas, aluguel e etc dão menos de $1000 por mês, então se não gastar muito dinheiro, você pode pagar tudo sem grandes problemas.

Danilo Telles: E quanto você gasta por mês, para ter um bom estilo de vida, mas sem desperdício?

Philippe Martineau: É difícil dizer, não controlo muito, pra ser honesto. Provavelmente $1500 para mim, talvez mais para os outros já que eles saem e bebem mais.

Danilo Telles: Você conhece Phuket e Pattaya? Qual destes lugares gosta mais, e qual escolheria para morar?

Philippe Martineau: Conheço mas nunca fui lá. Rich foi em Phuket encontrar com um amigo há uns dias atrás. E ele ficou um pouco impressionado com o lugar, com o hotel, barulho e algumas outras coisas.

Já ouvi falar em Pattaya, mas é um lugar mais para turismo sexual, então não me preocupei com o lugar.

Nós escolhemos Chiang Mai por ser um lugar mais quieto e barato. Acho que é mais barato que Phuket.for cheaper and quiet place

Danilo Telles: E como é a qualidade da internet aí?

Philippe Martineau: Horrível. Estamos procurando um jeito de colocar uma internet mais rápida e mais estável. Mas aqui, não existe internet boa. Estamos procurando por internet via satélite se for possível, ou algo assim que possa ser útil.

A internet aqui pode estar ok mas de repente cair ou ficar lenta. Nós temos um modem USB para usar como backup quando estivermos jogando, mas ainda assim é irritante, como quando você está em um pote. É basicamente dinheiro perdido.

Danilo Telles: E como é a legislação em relação ao poker?

Philippe Martineau: Nós não saímos contando pra todo mundo, então não temos problemas. Só dizemos que trabalhamos no computador.

Danilo Telles: E para morar aí, precisa de algum tipo de visto?

Philippe Martineau: Para mim, dura 60 dias e eu posso conseguir na imigração uma extensão de 30 dias. Quando vencer, eu saio da fronteira e volto com mais 60 dias de visto.

Dura basicamente 1 dia, 3 horas de carro. Há algumas empresas que fazem isso, com motorista e carro com ar condicionado. Você ultrapassa a fronteira e volta.

Danilo Telles: Então você precisa renovar seu visto a cada 60 dias?

Philippe Martineau: Para mim, sim. Josh, Lex e Rich tem vistos de 1 ano, mas tem que sair a cada 90 dias. Já ouvi falar de pessoas com visto de estudante de 1 ano, mas que não vão na escola, e não parecem ter nenhum problema.

Danilo Telles: Bem Philippe, obrigado por responder nossa entrevista, nossos leitores ficarão satisfeitos.

Philippe Martineau: Sem problemas.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker