David Sands Conta Como Foi Substituir Daniel Negreanu no NBC Heads-Up

Por: 29/01/2013

Antes de saber que assumiria a vaga de Daniel Negreanu, Sands demonstrou sua insatisfação com a organização do evento: “para mim é um absurdo eles não convidarem automaticamente os 10 melhores do GPI”, disse Sands.

Durante o evento, nossos parceiros do Global Poker Index conversaram com David Sands, que falou sobre o ocorrido. Leia abaixo a entrevista na íntegra, trazida para o português com exclusividade pelo MaisEV:

Quando você começou a ver que todos os outros estavam recebendo convites mas você não, você expressou suas frustações no Twitter. Fale-nos sobre esse sentimento.

Sim, eu estava frustrado e desapontado por não estar na lista. Obviamente que é um evento de prestígio, e eu sei que não eram os 64 melhores jogadores do mundo, mas acho que sou um jogador de elite e com certeza um jogador com uma boa imagem pública.

Uma das coisas que me magoaram foi que a empresa que faz o NBC Heads-Up, a Poker Productions, também faz o World Series of Poker, e eles certamente se beneficiaram da minha noiva Erika (Moutinho) e de seu resultado no Main Event de 2011 (ela foi a última mulher a ser eliminado do evento, na 29ª posição). Eu senti que nós saímos do nosso caminho para fazer com que aquela transmissão fosse boa para eles e passamos muito tempo fazendo entrevistas e coisas longe das câmeras, para e em conjunto com o World Series, e eles realmente se aproveitaram disso.

Aí eu senti a combinação de ser alguém com uma boa imagem e ter um pouco do reconhecimento do público, e o fato de eu me considerar um jogador de elite e estar no top 10 do GPI… parecia que eu deveria ter sido convidado. Muitas pessoas tuitaram… eu acho que o consenso era de que Tom Marchese tínhamos sido os mais ignorados. Eu acho que o comitê de seleção fez um bom trabalho em incorporar o feedback do público e me colocar como primeira alternativa.

Quando você foi contatado pela Poker Productions sobre assumir o lugar de Daniel?

Eu fui contatado aproximadamente 24 horas antes de Daniel anunciar publicamente que estava se retirando do evento. Não me foi dito que eu iria assumir a vaga dele, apenas que alguém desistiu e eu era a primeira alternativa e que jogaria o evento.

Isso te deixou feliz?

Sim, eu fiquei muito feliz, obviamente. Foi ótimo ser a primeira alternativa deles e foi algo como um reconhecimento de que eu deveria estar no evento baseado apenas no fato de que muitas outras pessoas merecedoras não foram convidadas.

Obviamente que o processo de seleção não é perfeito e há muitas variáveis pelas quais o comitê escolhe as pessoas, então eu estava honrado em ser a primeira escolha para a substituição e aproveitei a oportunidade de estar no evento.

Sem ressentimentos.

Ah não, nenhum. Eu tenho um ótimo relacionamento com o pessoal da Poker Productions e todos lá, desde o pessoal da maquiagem, os fotógrafos, o pessoal da produção a até Mori Eskandani, que é o cabeça, todos foram ótimos. Então, sem ressentimentos, embora eu também não teria ressentimentos se não participasse do evento. Algumas pessoas podem não acreditar nisso, mas eu só queria jogar e sou uma pessoa muito honesta, então se algo me incomodar ou se eu estiver desapontado, certamente vou expressar minha opinião, mas sem guardar qualquer tipo de rancor.

Tenho que te perguntar sobre o GPI, porque você disse que os top 10 deveriam ser convidados automaticamente. Você realmente acredita nisso?

Quer dizer, é óbvio que estou sendo parcial, afinal estou no top 10 do GPI e não fui escolhido para o evento, então foi uma maneira fácil para eu colocar isso para o público, que talvez não saiba necessariamente quão bom eu sou em relação a outros jogadores que foram convidados. Agora, o GPI está longe de ser um ranking perfeito – o sistema leva muito em consideração quem tem volume de jogo, algo que eu não tenho. Eu jogo talvez um torneio fora dos Estados Unidos por ano, além do PCA, então o GPI realmente não me beneficia tanto assim, mas é um sistema de ranking padronizado e eu acho que faz sentido – se você tem 64 pessoas que são tanto grandes personalidades do poker quanto ótimos jogadores mundiais, faz sentido que você deve ter os 10 melhores de poker do mundo.

Eu logo admito que minha lista de 10 melhores jogadores de torneios é um pouco diferente – muito diferente – da lista do GPI, então eu diria que o GPI não é um sistema perfeito, mas é o melhor que existe então faz muito sentido que se você está levando o poker para as casas e mentes das pessoas em uma situação única onde elas não conhecem a indústria tão bem assim, definitivamente faz sentido que você tenha os 10 melhores jogadores do mundo. É difícil concordar em quem são os 10 melhores jogadores, e eu acho que o GPI não é perfeito, mas é o melhor lugar para começar a fazer esse tipo de comparação.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker