Mudança de planos

Por: 28/10/2013

Oi gente! Dessa vez escrevo com novidades pra vocês.

Como a maioria deve saber pelo meu último post os meus últimos meses no poker não foram dos mais fáceis. Enfrentei um bad run e voltei ao grind de SNG’s.

Voltei aos sits 180p turbo jogando $3r, $8 e $15. Meu plano inicial era grindar esses sits até o final do ano pra analisar qual ROI eu alcançaria e depois pensar em qual seria o próximo passo. Continuar grindando eles até levantar bem o BR pra voltar aos MTT’s, mas dessa vez investindo algum $ em coachs ou procurar novamente algum backer.

Durante as primeiras semanas de grind peguei umas swings violentas. Ganhava bem uns 3 dias seguidos, mas nos próximos 5 atolava todo lucro e um mais um pouco. Ok que a variância desses sits está cada vez maior pela enorme quantidade de jogadores regulares no field, mas logo percebi que aquilo ali não podia ser normal. Busquei coach e ajustei meu jogo, mas naquele momento eu já estava jogando no limite do BR. Com jogo ajustado infelizmente aquela ventadinha que eu precisava pra voltar a jogar confortavelmente não aconteceu. Peguei uma swing normal, mas que me impossibilitou de continuar jogando esses valores. Resultado disso tudo?! Lá estava eu novamente grindando os sits de $2.50.

Eu entendo que na vida muitas vezes precisamos dar um passo atrás para logo em seguida andar 2 a frente, mas também temos que ter a capacidade de perceber quando as coisas não estão se encaixando.

Acabei dando uma desanimada por perceber o quão tudo desandou nos últimos meses e também pelo fato de refletir e aceitar que eu simplesmente parei de evoluir nesse jogo. O jogo está ficando cada vez mais duro e o jogador que não estiver em constante evolução, discutindo mãos, revendo seu jogo, corrigindo seus leaks inevitavelmente vai ficar para trás e eu não queria fazer parte desse grupo. Ainda tenho muita coisa que desejo realizar ligado ao poker e vou correr atrás disso.

Bom, no meio desse cenário apareceu o Dowgh. Inicialmente ele veio conversar comigo depois de ler meu post sobre minha bad run. Já fazia algum tempo que não nos falávamos e mesmo assim ele se preocupou com a minha situação, veio na maior boa vontade conversar comigo e me aconselhar. Naquele momento já achei a atitude dele louvável. Não é todo mundo que se preocupa ao ponto de tentar fazer algo por você. Essa conversa aconteceu enquanto ainda estava jogando os sits mais caros e me deu um gás pra seguir grindando. Pena que o resultado não foi o esperado.

Realmente não estava nos meus planos voltar pra um deal ainda neste ano, mas o Dowgh ficou me tentando durante a última semana, me ofereceu um bom deal e decidi aceitar.

Eu acho que ele tem muito a acrescentar ao meu jogo, tanto na parte prática, quanto na parte psicológica. Ele é um jogador bem lucrativo e já enfrentou down swings violentas e sempre conseguiu seguir focado e dar a volta por cima.

Estava realmente sentindo falta dessa coisa toda de reviews, discussão de mãos, ajustes no jogo. Enfim, sentindo falta de me sentir em constante evolução!

Começo a jogar pelo “Dowgh Team” essa semana e estou realmente animada com essa mudança de rumo. Acho que essa parceria tem tudo pra dar muito certo. Torçam por mim!

Nos vemos nos panos virtuais jogando o que eu tanto gosto, torneios!

Beijos!

 

Para atravessar as inevitáveis downswings você precisa estar mentalmente preparado, e o livro Psicologia do Poker pode te ajudar. Compre já na Loja MaisEV!


Veja mais:

Salas de Poker