Trate Seu Poker Como Um Negócio Parte 3 – Lidando Com a Variância

Por: 29/08/2012

“Schmidt adquiriu o desapego de um matemático, uma tranquilidade focada que lhe permite administrar dezenas de milhares de dólares em uma paisagem digital em constante mudança” – John Garrity, da Sports Illustrated, em fevereiro de 2009.

A tranquilidade que Garrity menciona aqui foi o Santo Graal que eu persegui durante os primeiros anos de minha carreira no poker. Você lerá sobre as raízes da mudança de minha postura psicológica em capítulos posteriores, mas lhe digo que o tilt era um problema significativo em minha vida. O que me levava a tiltar era a sensação de fracasso a cada vez que eu sofria uma bad beat, quando na verdade aquilo era somente a variância normal que é inerente ao jogo de poker. Estar em paz com o poker é fazer as pazes com a variância.

Digamos que seu histórico mostre que você ganhou US$0,20 por mão após 1 milhão de mãos jogadas. Salvo alguma mudança significativa em seu jogo ou na paisagem do poker online, você provavelmente irá ganhar US$0,20 por mão em seu próximo milhão de mãos também. A razão dita que se você joga 3000 mãos por dia, e ganha US$0,20 por mão em média, deve ganhar US$600 por dia. Se você ganhar US$1.200, então teve boa variância. Se você ficar break-even ou perder US$600, teve má variância.

Variância é basicamente aquilo que desvia da norma, SEJA BOM OU RUIM.

Por algum motivo, nós da comunidade do poker TEMOS A TENDÊNCIA DE APENAS USAR A PALAVRA “VARIÂNCIA” PARA DESCREVER UM PERÍODO DE MÁ SORTE. Para cada 10 mãos que jogar, duas podem invariavelmente ir bem, duas podem ir mal, e as restantes serão consistentes com seu nível de habilidade. Lidar com as duas que foram mal terá muito a ver com seu sucesso de longo prazo.

Em torneios MTT diríamos que essa variância pode durar até meses, ou em outras palavras CENTENAS DE TORNEIOS, caso você não seja um jogador que abra um numero excessivo de telas simultâneas, o que eu considero por volta de 10 a 12 telas durante todas as suas sessões. Eu vivi na pele essa experiência no início da minha jornada no Akkari Team o que me rendeu este artigo do fim da variância negativa após meses de sofrimento, onde recuperei tudo e coloquei um belo lucro no dia 31 de março.

Quando esfriamos a cabeça, nosso primeiro instinto é presumir que algo está errado: ‘perdi três dias seguidos. Isto é minha culpa. Eu não sirvo para este jogo mais’. Nada poderia estar mais distante da verdade.

GRANDES JOGADORES PODEM FICAR 100.000 OU MAIS MÃOS SEM CONSEGUIR GANHAR DINHEIRO.

Quando mais novo você é no poker mais difícil lidar com a variância, porque suas amostragens são pequenas. Já houve muitos casos em que um sujeito pediu demissão de seu emprego depois de dois meses de sorte, apenas para descobrir depois que ele só estava experimentando boa variância. Da mesma forma, muitas carreiras de poker que poderiam ter sido promissoras nunca deslancharam devido à má variância em seus estágios iniciais.

Em retrospecto, eu fui muito bem-afortunado no início de minha carreira porque tive um grau decente de sorte no início. Eu estava vivendo com meus últimos US$1.000 e coloquei tudo online pensando, ‘acho que vamos descobrir se sou bom nisso ou não’. Se eu tivesse tido má sorte, apenas Deus sabe onde eu estaria hoje. Eu tive a sorte de não ter tido azar, isso digo com certeza. Também fui bem-afortunado por não ter tido um nível exageradamente elevado de sorte que me fizesse me empolgar mais do que devia.

Aqui tratamos da parte psicológica do jogo, que eu sempre bata na tecla que é a maior diferença entre um jogador mediano e um forte jogador. Na maioria das vezes os jogadores não dão a devida importância ao aperfeiçoamento nessa área do jogo, comprando livros na mesma proporção sobre assuntos técnicos do jogo e psicológicos. Considero 4 importantes áreas de estudo no poker : Técnica, matemática, psicológico, ferramentas de apoio. E dessas as 2 mais importantes são: técnica e psicológico, TOMANDO O LUGAR DA MATEMÁTICA COMO ALGUNS PODERIAM IMAGINAR.

Como saber se você está com sorte ou azar? Não há nenhuma forma de saber com absoluta certeza. O programa Hold’em Manager tem uma estatística chamada ‘$ EV adjusted. A estatística essencialmente calcula sua porcentagem de equidade do pote total quando você vai all-in, e compara este número com o valor que você na verdade ganhou.”

Eis como o cálculo de EV é feito:

Digamos que eu vá all-in pré-flop com AA e meu oponente tenha TT. Tenho 80,5% de chances de ganhar um pote de US$400.

80,5% x $400 = $322, o que quer dizer que, na média, eu devo ganhar aproximadamente $322 do pote de $400 quando vou all-in com AA x TT.

*Se eu ganho, puxo o pote inteiro de $400, então ganho $78 a mais do que devia ganhar na média, LOGO TIVE SORTE. Ganhei $78 a mais do que devia nesta situação (ainda que eu possa sentir que isto deveria acontecer, já que minha mão superior segurou. No início de minha carreira eu sempre achava que estava com azar porque nunca sabia identificar quando estava com sorte).

*Se eu perco, ganho $0, então estou ganhando $322 menos do que deveria na média, logo tive bastante azar. Talvez, contudo, eu não tenha tido tanto azar assim porque sinto que eu não tinha direito aos $400, apenas $322.

Esta estatística não é perfeita, e ela tampouco pode ser considerada a única forma de determinar se você tem tido sorte ou azar. Mas certamente é uma ferramenta útil para isto.

Sou como o motorista que se envolve em um acidente pela primeira vez aos 72 anos de idade e se sente azarado. Na verdade ele teve sorte, pois estatisticamente deveria ter batido o carro há muito tempo. Ele vinha dirigindo há 54 anos e este pequeno incidente, do qual ninguém saiu machucado, é o pior acidente no qual ele já se envolveu.

Contatos para coach dúvidas e sugestões podem ser enviadas pelo email: ecmarra93@hotmail.com ou pelo twitter: www.twitter.com/eduardo_marra

Até a próxima, e um abraço!

Eduardo Marra


Veja mais:

Salas de Poker