Desenvolvendo Habilidades – Parte 1

Por: 04/06/2013

Esta é a primeira parte onde vou falar sobre algumas habilidades que um jogador necessita trabalhar e desenvolver para ter sucesso no poker.

Esses temas são baseados em muitos artigos e vídeos que já vi sobre o assunto, principalmente em sites estrangeiros. E será dividido em cinco quesitos:

1-      Controle do tilt;

2-      Emoções;

3-      Variância / Confiança;

4-      Motivação;

5-      Aperfeiçoamento;

 

Controle do Tilt

O tilt pode ser qualificado em diferentes níveis de intensidade, então vamos definir que qualquer coisa que não seja jogar seu A-game (não está no seu melhor) é quando você está em tilt.

O motivo de tiltarmos pode se dar por razões diversas, e isso afeta diretamente três fatores: Emoção, Confiança e Motivação.

O tilt também pode atingir os jogadores de uma forma violenta, moderada ou até mesmo muito sutil. Não é rápido para ser reparado e talvez impossível de ser eliminado, porém pode ser reduzido gradativamente. Portanto não existe um nível supremo onde poderíamos esquecer o que é o tilt, mas há formas de deixá-lo menos frequente, menos caro e menos intenso.

Controlar o tilt envolve três passos que devem ser trabalhados a cada mão, e estes vão funcionar baseados um no outro. O que devemos fazer é Rastrear, Enfrentar e Resolver.

Rastreando: antes do grind, comece fazendo algumas perguntas para você mesmo.

– Quais são os sinais do meu Tilt? Em que estado eu fico, em que grau me afeta?

– Que jogadas faço quando estou tiltado que não faria jogando em meu A-Game?

– Eu tilto de formas diferentes dependendo do que ocorrer, ou é sempre igual?

– Depois de uma sessão que tiltei, que coisas ficam passando em minha cabeça?

– O meu estado é mais ou menos o mesmo todas as vezes que eu fico tiltado?

Após responder essas questões você rastreou boa parte da causa-efeito do seu tilt, o que lhe permite notar que melhorias devem ser feitas, mesmo que isso não vá acabar com o sentimento que você fica no momento em que tilta.

 

Enfrentando: isso você pode fazer imediatamente na mesa, enquanto está jogando.

– Reconheça que tiltou (é o primeiro passo), e agora parece meio clichê mas respire fundo quantas vezes for necessário até se acalmar (isso funciona);

– Pense na lógica do ocorrido, esqueça as emoções, relembre a estratégia que foi usada, se realmente foi jogado bem ou poderia ter feito melhor. O vilão jogou mal, você tem que agradecer por isso e não ficar bravo;

– Repita o processo quantas vezes for necessário, trabalhe para nunca perder a cabeça;

– E então bola para frente, próxima mão, não pense mais nisso, esqueça. Busque tomar um ar fresco que fará você se sentir melhor ao invés de ficar pensando e remoendo aquela bad beat que lhe causou isso.

 

Resolvendo: depois de terminar sua session, pense no ocorrido e faça umas anotações.

– Tente descrever o problema. Porque aquele fato fez você pensar, reagir ou se sentir tiltado da forma como ficou?

– Entenda que isso é uma falha lógica, tiltar nunca fará você jogar melhor;

– Pense em qual seria a forma certa de controlar e reagir à situação. Como os melhores fazem?

– Concentre nas coisas que você pode controlar, foco em melhorar e aprender a cada dia;

– Perder um KK x AQ com um A no River numa reta cara não é motivo nenhum para tilt, pois isso é fora do seu controle, não há nada o que poderia ser feito, isso é poker;

Agora, você já foi apresentado a um sistema simples que pode ser usado para reduzir seus problemas com o tilt, no próximo artigo vamos falar das Emoções e como influenciam durante o jogo.

 

Você pode acompanhar minha rotina no twitter: @vinnycout e em meu blog: www.vinnycout.com

VinnyCout. Jogador profissional de poker online. Grinder de SnG e Mtt


Veja mais:

Salas de Poker