Conheça os November Nine de 2014: Felix Stephensen

Por: 04/09/2014

Conheça mais sobre Felix Stephensen, profissional de cash games online que tem o segundo maior stack no November Nine de 2014

Dando prosseguimento à série que conta um pouco da história dos adversários de Bruno Politano na mesa final do Main Event da WSOP, hoje apresentamos o perfil de Felix Stephensen, vice-líder entre os 9 finalistas, com 32.775.000 fichas.

Felix Stephensen

Números e Origem

Felix Stephensen tem como base os cash games online, assim como seu principal adversário na mesa final, o holandês Jorryt van Hoof. Também como o holandês, Felix costuma jogar principalmente Pot-Limit Omaha, em stakes com blinds a partir de $25/$50 e foi mencionado por seu adversário como um dos oponentes mais perigosos da mesa final.

Natural de Oslo, capital da Noruega, onde nasceu há 24 anos, Felix Stephensen reside em Londres, onde exerce sua profissão no PokerStars, com o screen name ZhipOHoy, e no Full Tilt, onde joga com a conta FallAtYourFeet.

O início de Feliz Stephensen no poker se deu de uma forma bem comum: após participar de jogos caseiros com amigos, ele vasculhou a internet atrás de informação e achou o TwoPlusTwo, onde devorou avidamente tópicos com discussão de mãos, provando que um fórum pode ter um papel essencial na carreira de um jogador.

Uma rápida consulta bancos de dados de cash games revelam que Felix Stephensen tem mais de US$ 300 mil acumulados na carreira, somente em mãos rastreadas. O total, obviamente, é muito maior.

Esta soma certamente é impactada por sua inexperiência em torneios: com ganhos pouco mais superiores que U$ 22 mil, ele tem o segundo pior desempenho ao vivo entre os nove finalistas. Mas mesmo com pouca experiência, já que prefere jogar online e só embarcou para Las Vegas para participar do Main Event, ele não se vê em desvantagem, embora assuma que irá contratar alguém para lhe ensinar as nuances do jogo ao vivo.

“Além de um coach vou contratar alguém para me passar noções de tells ao vivo. No online você não tem isso, e é algo que eu preciso melhorar”, comenta Felix Stephensen, que complementa ser alguém perfeccionista: “Tudo que faço na minha vida tem que ter 100% de dedicação, não gosto de nada nas coxas”.

Amizade com um dos melhores do mundo

Com os quatro meses de pausa até a mesa final, ele também irá contratar um coach para focar suas atenções nas sutilezas do No-Limit Hold’em, e esse alguém pode certamente será grande reforço. Ele é amigo íntimo de Ola “no_Ola” Amundsgard, talvez o principal jogador norueguês de high stakes e presença constante nas mesas mais caras do Full Tilt onde enfrenta nomes como Viktor Blom, Phil, Ivey, Patrik Antonious e Phil Galfond.

A relação entre os dois é tão íntima que ambos trocaram 7% do seu faturamento no Main Event, o que significa que, caso feliz seja campeão, Ola irá faturar US$ 700 mil.

Assim como Bruno “Foster” Politano, Felix Stephensen é o primeiro jogador de seu país a chegar entre os November 9, e ele espera que isso sirva de incentivo para o poker estourar em seu país natal: “Sou um grande defensor do jogo, pra mim é uma questão de pura habilidade. Qualquer pessoa que se esforce pode ter sucesso nas mesas”, afirma Felix, que quer se tornar um grande embaixador de poker na Noruega e que recentemente, assinou um contrato de patrocínio com a Betsafe, popular sala de jogos online na Escandinávia.

Como contrato de patrocínio, ele terá que abandonar seu boné do time de futebol americano San Diego Chargers, que gerou simpatia dos torcedores do time. Porém, ele afirma que trata-se de um disfarce: “Comprei o boné pouco antes, quando fiz uma viagem para San Diego, mas gosto mesmo do New York Giants.

Felix Stephensen espera seguir enganando seus adversários para conquistar o prêmio de US$ 10 milhões reservado ao campeão do Main Event da WSOP.

 

Veja também: Conheça os November Nine de 2014: Jorryt van Hoof

 

Curta a página do MaisEV e siga-nos no Twitter para saber tudo sobre o November 9.

 

Passe na Loja MaisEV e conheça softwares, baralhos, livros e muito mais.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker