Jogando Fora de Posição

Por: 23/06/2009

Leituras são essenciais: Estude mãos que você não jogou

Para estar confortável jogando fora de posição, você também tem que estar confortável confiando em seus reads e instintos nas texturas do flop.

Haverá mãos, e circunstâncias, que a linha com maior EV é largar uma mão razoavelmente forte quando você estiver fora de posição. Será muito mais fácil desenvolver leituras e lidar com sua desvantagem posicional conforme a sessão se desenrola; jogar potes grandes OOP (Out of Position, fora de posição) em uma sessão é geralmente uma má idéia porque você não tem tempo de desenvolver leituras e instinto para o ritmo da mesa. Digamos que você aumenta com AK UTG, um oponente paga e vocês dois são novos na mesa. Você não tem leitura desse jogador.

O flop vem A 8 3 e você aposta 3/4 do pote. O vilão aumenta para uma aposta do tamanho do pote. Ele certamente pode estar utilizando sua posição como uma arma, como muitos jogadores fortes como fazem. Mas você rapidamente estará jogando por todo seu stack para descobrir se ele acertou um set no flop, e desistir dessa mão agora não é uma má idéia. Faça uma anotação sobre esse jogador. Veja como ele lida com a posição em mãos futuras. Mais importante, faça o seu melhor para prestar atenção em situações similares mesmo quando você não estiver na mão.

Pessoas que jogam muitas mesas freqüentemente cometem o erro de somente prestar atenção nas mãos em que estão envolvidos. Algumas das melhores leituras podem se desenvolver quando estiver estudando essas mãos. Se você perceber um grande pote que aconteceu a uma ou duas mãos atrás enquanto você estava devotando sua atenção a outro lugar, puxe o histórico de mãos se puder. Fique “sit out” por algumas mãos nas outras mesas. Veja as mãos dos jogadores no showdown, e use essa informação para fazer anotações detalhadas.

Se estiver lidando com jogadores agressivos no pós-flop que tem vantagem posicional sobre você, será bom para você observar cuidadosamente e com freqüência como ele joga. Novamente, isso não é necessário para todos os oponentes; você encontrará jogadores que gostam de aumentar com menos freqüência do que patrões aumentam salários. São os jogadores mais durões que vão te desafiar, mas eventualmente você será capaz de deduzir as vezes em que eles estão simplesmente tentando te intimidar baseando-se em posição.

Dito isto, às vezes o melhor conselho é o simples “saia e espere por um lugar melhor”. Mas eu só faço isso contra um maníaco, não contra um TAG difícil ou um bom LAG que sabe o que é posição. Eu quero vencer esses jogadores em seu próprio jogo.

Eventualmente, eu não me importarei se um jogador forte e agressivo pensar que ele pode me atacar. Eu me ajustarei, e há múltiplas linhas que eu posso tomar para ganhar potes dele.

Aqui está um exemplo de uma mão que aconteceu recentemente.

Eu tinha as seguintes anotações em um oponente que estava jogando 21/12/3 em 500 mãos: “Jogador forte, capaz de fazer bons folds. Parece entender posição e me expulsou de vários potes depois que eu aumentei pré-flop. Eu queria muito pagar e força-lo a me mostrar um set, mas eu recuei todas as vezes. Gosta de aumentar em flops com c-bets, ou pagar e aumentar no turn. Vale a pena observar mais”.

Eu estava em MP com A Q, e abri para $4. Ele pagou no button e ficamos heads-up no flop, que veio J5 4. Eu apostei $6 e ele aumentou para $18, uma jogada que ele usou em mim na minha segunda órbita nessa sessão. Ele certamente poderia fazer essa jogada com um set, mas parecia que ele estava aumentando com top pair da mesma maneira. Eu pensei que seria possível estar perdendo para um JT suited, AJ ou alguma mão desse tipo. Eu poderia estar atrás de um set ou dois pares, ocasionalmente um overpair, e talvez um improvável pocket pair.

Eu decidi que, em geral, seria muito mais provável que ele estivesse com um par que não melhorou, top pair ou air do que com uma mão grande como um set ou overpair. Em outras palavras, ele não pode pagar um reraise com a maior parte desse range, porque ao re-aumentar, estou dizendo para ele que eu tenho um par monstruoso. Se ele vencer isso, ele vai all in e eu desisto. Mas meu reraise o expulsa de drawing hands e o faz desistir de muitas mãos eu me vencem, além de mudar a dinâmica da mesa, em que ele estava convencido de que poderia me vencer.

Ambos estamos razoavelmente deep, com stacks efetivos de $175, e eu apostei $58. Ele pareceu pensou por um tempo e desistiu.

Eu imediatamente fiz uma anotação nessa mão, já que senti que fosse menos provável que esse oponente aumentasse minha c-bet no flop, e mais provável que ele pagasse ou desistisse. Tenha em mente que se eu tentasse essa jogada antes, eu teria que fazer sem informações sobre esse jogador, contando apenas com a esperança de que ele não tinha um set.

A Regra de 25%

Se eu tiver uma amostra suficientemente forte do jogo de um oponente que eu respeito, e ele tiver posição sobre mim, há pelo menos 25% de chance de que qualquer agressão que ele mostrar contra mim em um pote heads-up será baseada completamente em sua vantagem posicional.

Como eu cheguei nesse número? Eu passei muito tempo combinando minha base de dados do Poker Tracker, verificando mãos e fazendo deduções. Eu também considerei minhas próprias tendências e minha propensão a usar posição como um martelo em um prego teimoso.

Novamente, esse é um número bem nebuloso, mas eu tento mantê-lo em mente quando eu tenho uma mão razoavelmente forte contra um oponente sólido que tem posição sobre mim. 25% é um número muito alto? Não é, mas traz um blefe, um float ou um semi-blefe para a equação com muito mais freqüência. Eu não espero que ninguém concorde com esse range, tem funcionado para mim.

Lidando com minraises: Nem sempre eles são sets

Aqui está uma mão que indica o poder de aumentar em posição.

Eu tinha A K e fiz meu raise padrão, uma pessoa pagou. Ele parecia sólido, mas eu não tinha muito histórico com ele.

O flop veio A 7 6. Eu apostei $6, ele fez um minraise para $12. Eu paguei, mas com medo de um set. O turn foi um 2, eu dei check e ele também. O river foi T, eu dei check, ele apostou $30 e eu paguei. Ele mostrou 9 8, um straight.

O minraise me congelou no flop. Eu estava convencido de que ele só faria isso por valor com um set; ao invés disso, caí na armadilha e deixei barato para ele completar o draw.

Eu ainda tendo a achar que a maioria dos minraises no flop indicam um set. mesmo jogadores aparentemente sólidos fazem isso. Dão minraise com set no flop porque querem construir um pote e obter valor, mas não querem perder o oponente. Entretanto, eu descobri que também pode significar outra coisa.

Uma linha padrão para lidar com AA ou KK vs Resistência

Jogar AA ou KK contra resistência quando você está OOP pode ser bem difícil. Assumindo que o flop for pelo menos um pouco inofensivo, se o oponente reaumentar e estivermos deep, eu pago e aposto no turn para 2/3 do pote. Se eu for pago, tenho que dar check no river, e call/fold dependerão de leitura. Se ele reaumentar novamente no turn, desisto. Também há algumas vezes em que largarei AA ou KK no flop para um raise, mas é claro que isso depende muito da leitura e do oponente, já que desistir para todos os raises quando estiver OOP é abrir mão de muito valor.

Conclusão

Faça a si mesmo um favor e jogue o mínimo possível fora e posição. Mas não se desespere apenas por ter que agir primeiro. Confie em suas leituras. Use check/raises ocasionalmente. Precisará apenas de alguns ajustes para desequilibrar seus oponentes, mas eles terão medo e jogar qualquer pote contra você.

Se você tiver dúvidas sobre os termos utilizados neste artigo, veja nosso dicionário de termos de poker.

Este artigo foi originalmente postado no fórum estadunidense Two Plus Two e traduzido pela equipe do site Teorias do Poker.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais: