International Federation of Poker – IFP

Por: 23/03/2010

De fato, as entidades como, associações locais (clubes, grêmios e ligas), Federações estaduais e a própria CBTH garantem maior força ao poker que pode pleitear o seu reconhecimento como atividade legítima e legal junto às autoridades.

É claro que o último objetivo dessas estruturas organizacionais é a regulamentação do poker no Brasil mas, o caminho a ser trilhado, sem dúvida alguma, passa pela reunião de pessoas em torno de tais entidades.

Nessa linha, em abril de 2009 foi criada a International Federation of Poker – IFP, entidade máxima dirigente do poker no mundo, algo como a “FIFA” desse esporte no qual o gramado se chama feltro.

Percebam que, neste artigo, ao invés de atividade, jogo, ou qualquer outro sinônimo que se refira ao poker, utilizei a palavra esporte.

Isso porque, um dos objetivos da IFP é o reconhecimento do poker como esporte mental, sendo que tal pleito já foi introduzido junto à International Mind Sports Association – IMSA, entidade máxima que trata dos chamados esportes da mente no mundo.

Voltando à IFP, a entidade tem sua sede em Lausanne,  na Suíça, mesmo local onde se encontram todas as mais importantes entidades internacionais de esportes (como vôlei e natação) e também onde “habita” o Comitê Olímpico Internacional – COI.

A Federação Internacional de Poker também está focada no reconhecimento do poker pelo próprio Comitê Olímpico Internacional – COI o que, definitivamente, pode abrir muitas portas para o jogo em todo o mundo.

O atual presidente da IFP é Anthony Holden, inglês, nascido em 22 de maio de 1947, escritor, jornalista, crítico literário e muito conhecido por ser o autor da biografia oficial da família real britânica e de artistas como Shakespeare e Tchaikovsky, além do que, obviamente, jogador de poker!

Hoje em dia, menos de um ano após a fundação da IFP (ocorrida em 29 de abril de 2009), 7 países já estão representados, sendo considerados membros fundadores.

São eles: Dinamarca, com a “Danish Poker Foundation”; França, com a “Fédération Française des Joueurs de Poker”; Holanda, com a “Stichting Nederlandse PokerBond”; Rússia, com a “Russian Sport Poker Federation”; Ucrânia, com a “Ukrainian Poker Federation”; Reino Unido, com a “UK Poker Federation” e o Brasil, com a “Confederação Brasileira de Texas Hold´em – CBTH”.

A CBTH, como era de se esperar, demonstrou o pioneirismo que se espera da entidade dirigente máxima do poker no Brasil e abraçou a luta, não só em território nacional como em todo o mundo.

A respeito da IFP, nada melhor do que ouvir as palavras do Presidente, Anthony Holden, para entender um pouco mais a respeito da “FIFA do poker”:

“É uma grande mudança na minha carreira, mas um desafio que considero muito estimulante e cheio de recompensas. A oportunidade de comandar a primeira entidade dirigente mundial do poker e buscar o reconhecimento internacional desse jogo como um “esporte da mente” absolutamente distinto dos chamados “jogos de azar”, foi uma oferta irrecusável. O retorno para o jogo que todos amamos, e também para os seus jogadores e dirigentes, será potencialmente grandioso.

Na cerimônia em Lausanne, a Federação de Poker do Reino Unido foi uma das sete entidades fundadoras a se lançar ao projeto de estabelecer uma administração global do poker, estrutura que este jogo nunca teve e necessitava urgentemente. Foi muito apropriado que a cerimônia de fundação da IFP tenha ocorrido num local que simboliza a cooperação internacional nos esportes; Lausanne é a casa do Comitê Olímpico Internacional e muitas outras entidades esportivas mundiais.

Negociações estão avançadas com outros 20 países e muitos outros são esperados para se unir à IFP. Espera-se que nos próximos 3 anos de 75 a 100 novos membros (países) filiem-se à nossa entidade.

O poker desenvolveu-se de forma incrível e além de qualquer projeção na última década, e agora, já se tornou o maior dos “esportes da mente”. No entanto, a organização internacional, coordenação e representação do jogo não acompanhou tal crescimento e expansão. Ainda existem muitos níveis de conflito e aceitação por todo o mundo.

A IFP realizará campanha internacional pelo reconhecimento do poker como um “esporte da mente”. Já tivemos bons encontros e debates em Paris com a “Associação Internacional dos Esportes da Mente”, que realiza o “Mind Sports Games”, no mesmo período em que ocorrem as Olimpíadas, a cada 4 anos. Se conseguirmos nos associar será um enorme passo para que o poker seja reconhecido e efetivamente legalizado mundialmente, eliminando muitas restrições impostas ao jogo em muitos países.

A Federação também reunirá muitos argumentos, elementos probatórios e também testemunhos de todo o mundo pelas entidades nacionais ou suas equivalentes que se reuniram contra as leis proibitivas ou punitivas.

A IFP também está trabalhando para criar um padrão internacional de regras para torneios bem como unificar o ranking internacional juntamente com os rankings de cada entidade dirigente nacional. Tal ranking unificado será usado para definir os times que participarão dos eventos oficiais da Federação Internacional, que incluirá campeonatos mundiais anualmente, tanto por equipes quanto individual. Nossa entidade também planeja criar eventos por equipes juntamente com a “Copa Ryder” de golfe, “Copa Davis” de tênis, etc.

Acima de tudo, a IFP estará trabalhando para demonstrar que o poker é um “esporte da mente”, de habilidade, estratégia, e não um mero jogo de azar, e, desta forma, alcançar sua imunidade contra as leis que regulam e proíbem os jogos de azar por todo o mundo, de forma a colocá-lo num nível de aceitação e respeito, juntamente com o “bridge”, xadrez, etc.

Atualmente em fase de construção, o nosso website será lançado em breve. O nosso espaço na internet irá trazer um fórum no qual debateremos todas as questões relacionadas ao poker, assim como as últimas notícias por todo o mundo. Nossa TV online vai trazer inúmeros eventos de poker, tanto atuais quanto os do passado.

Este novo site vai substituir o Biggerdeal.com – que ficou “adormecido”, e vocês agora entendem o porquê, nos últimos meses. Peço desculpas por isso, mas meu novo trabalho integral em prol do reconhecimento do poker na esfera legal e sua aceitação em todo o mundo, assim como a organização de torneios internacionais para celebrar esta nova fase, certamente farão valer a pena.

Agradeço suas companhias pelos 2 anos de existência e por todos aqueles que fizeram o site um lugar divertido para escrever e jogar. Em pouco tempo, todos os que procurarem pelo BiggerDeal.com serão redirecionados para o novo site da IFP – onde eu e meus amigos do BiggerDeal, e muitos outros, continuaremos escrevendo.

Vejo todos vocês lá … onde vocês receberão atualizações periódicas a respeito dos esforços da IFP para livrar o poker das cruéis e absurdas restrições legais que nosso jogo ainda sofre em todo o mundo. Planejamos incluir muito mais detalhes a respeito dos incríveis torneios que organizaremos

Assim, ao menos uma vez, que os flops estejam com vocês!

Não resta dúvida que a nova fase que vive o poker mundial, devidamente acompanhada pelos representantes do poker brasileiro, deve trazer muitas boas notícias para toda a comunidade relacionada a este esporte mental tanto no Brasil quanto em todo o mundo.

Hoje, já são inúmeras as entidades dirigentes brasileiras sendo que a nossa entidade máxima, a CBTH, faz parte dos membros fundadores da IFP demonstrando seu pioneirismo e a disposição para participar das decisões que envolvam o poker, em especial o Texas Hold´em, no cenário internacional.

Em breve, é certo que todos os estados brasileiros já contarão com suas federações e, nessa linha, as cidades, bairros, e distritos, também terão suas associações, clubes, grêmios e ligas, como é comum no futebol e em outros esportes devidamente organizados.

A hora é de se organizar, participar das decisões e efetivamente tomar parte na luta em favor do poker em todas as esferas, só temos a ganhar com isso.

Vida longa à IFP!

 

 


Veja mais:

Salas de Poker