Como Fazer Reads Com Pequenas Informações

Por: 12/04/2012

Eu disse preliminar porque pode ser usado PRINCIPALMENTE quando você acabou de ser mudado de mesa e necessita de informações rápidas. É claro que se tiver a possibilidade de ficar mais tempo na mesa (não estiver short ou abaixo de 20BB) ou se usar programas como o Holdem Manager podem te ajudar nessa leitura de mesa de maneira mais precisa.

Essas dicas, como tudo no poker relacionado à “tells”, não terão 100% de eficiência, porém podem ser tomadas como verdadeiras na maior parte dos casos, o que basta para que tais adaptações sejam lucrativas no longo prazo:

– Vilões com nickname com referência a jogadores famosos ou termos técnicos avançados/país do vilão:

Se o vilão tem no nick o nome de jogadores famosos, normalmente são jogadores que estudam o jogo acompanham os jogadores fortes e tem a tendência em jogar melhor a 1ª vista. A localização dos mesmo também pode ajudar na tomada de decisão difícil quando você é novo na mesa. Segundo os fóruns internacionais jogadores escandinavos, italianos, franceses e incrivelmente brasileiros não tem uma fama muito boa internacionalmente, todos são considerados os mais “pagadores”, logo blefes elaborados tendem a ser menos bem sucedidos. Jogar mais por valor e menos por blefe é a adaptação mais adequada pelo menos enquanto você não consegue mais informações de cada um da mesa.

-Vilões que falam expressões especificas de fóruns: donkamants, kitchens:

São jogadores que devem frequentar fóruns como 2+2 ou do Pocket 5s ou é um leitor frequente do melhor fórum do Brasil o nosso MaisEV. Eles tendem a ter maior conhecimento sobre a matemática do poker , a adaptação para enfrentar seriam as mesmas citadas abaixo para enfrentar os jogadores HBL.

– Vilões que dão limps nos blinds altos (High Blind Limper):

São jogadores que instantaneamente eu qualifico como jogadores fracos, pouquíssimos jogadores bons usam dessa estratégia, sendo a maioria realmente mãos especulativas onde o jogador não sabe o que fazer com mãos de força mediana como pares baixos ou suited connectors. Se então você se depara com um Limp/fold, pode comprovar essa teoria, pois prova que além de tudo não seria o último caso possível, ou seja, o vilão dando um limp por “TRAP” com mãos PREMIUM como: AA ou KK. A adaptação seria fechar o range para os shoves e re-shoves desses e por outro lado aumentarmos o nosso steal em cima dos limps dele e quando ele estiver no BB.

– Vilões que tem padrões de 3bet ou 4bet no padrão/ou fora do padrão:

Em geral jogadores que dão 3bet de mais 3x nos blinds altos, em geral não tem muita da matemática do jogo, pois com raras exceções tal valor costuma ser puro desperdício de dinheiro. Já pelo contrário jogadores que aplicam 4bet pequenas, seja como blefe ou com mãos de valor pequeno, podem ser qualificados como jogadores bons e perigosos que conseguem balancear o seu range a ponto de não ficar previsível a ponto de essa jogada ser feita apenas com pares altos… Tais bets são em geral um “TELL de VALOR” e podem ser interpretados assim que houver um showdown, já jogadores que mantem sempre os mesmos padrões de apostas costumam ser mais difíceis de serem lidos.

Logo a lição que fica aqui, o TAMANHO DA APOSTA entrega muito da força do oponente que estamos enfrentando.

Tais padrões citados acima também se encaixam para o PREFLOP, onde bets de 3xBB são considerados desnecessários, tornando a estratégia consagrada por Daniel Negreanu do SMALL BALL menos viável, pelo tamanho do pote que está sendo criado, o CBET e um possível segundo barril no turn precisarão ser de valores bem maiores e tudo pelo bet muito alto no PREFLOP.

Contato para coach, dúvidas e sugestões podem ser enviadas pelo email: ecmarra93@hotmail.com ou pelo twitter: www.twitter.com/eduardo_marra


Veja mais:

Salas de Poker