O Poder das Overbets

Por: 19/08/2013

Fala galera, beleza ? No artigo de hoje eu vou falar um pouco sobre overbets e GTO.

Para quem não sabe, é classificada como overbet qualquer aposta que seja maior do que o tamanho do pote.

Em 2009 surgiu um jogador sueco extremamente agressivo, que jogava dez mesas de heads-up contra os melhores do mundo, nos stakes mais altos do Full Tilt, e que ficou famoso por usar muito as overbets. Como a maioria deve saber, eu estou falando do Viktor Bloom (Isildur1).

Game Theory Optimal!

Para explicar melhor sobre as overbets, vou falar um pouquinho sobre GTO (Game Theory Optimal).
Uma jogada GTO é uma jogada inexplorável. Isso significa que, não importa os ajustes que o seu oponente fizer, ele não vai conseguir lucrar contra a sua jogada.

Vamos começar com um exemplo: O board no river é: J9352. Nós temos JT, demos call no BB contra um mini-raise do button, e check-call no flop e no turn.

No river o pote tem $100 e o vilão aposta $75. Pelas nossas pot-odds, temos que ganhar 30% das vezes para esse call ser lucrativo: 75/(175+75).

Nesse ponto da mão podemos dizer que temos um bluffcatcher. Isso significa que o vilão não vai apostar por valor com nenhum par de valetes com kicker menor que o nosso. Então ganhamos dos blefes dele. Isso de forma geral, claro. Pode haver jogadores com mãos piores nessa situação.

Então precisamos analisar o range do vilão para chegar a conclusão do range com o qual ele vai até o river, com quais mãos ele abre pré-flop daquela posição, com quais dessas ele aposta o flop, quais ele manda o second barrel? Aí, pelas tendências dele, podemos analisar a frequência com que blefa os airs do range dele.

Fazendo toda essa analise, se chegarmos à conclusão que o range de aposta no river do vilão contém mais que 30% de blefes, devemos dar call. E se concluirmos que o range do vilão contém menos que 30% de blefes, devemos dar fold.

Beleza. Mas e se ele blefar exatamente 30% das vezes? Interessante né? Se ele blefa mais do que isso é call, se blefa menos, é fold. Mas e se ele blefa exatamente isso, o que fazemos? Nesse caso, não importa a nossa decisão, não vamos/ lucrar contra o vilão. A jogada dele é inexplorável (Game Theory Optimal).

Então se ele estiver jogando contra um oponente muito bom e perceptivo (que é o que acontece nos nosebleeds) e ele blefar mais do que 30% nesse spot, o “world class player” com quem ele está jogando vai se adaptar, dando mais calls e lucrando contra a estratégia dele. Se o range dele que chegou no river for formado por 60% de valor e 40% de air (mãos sem valor de showdown), ele vai ter que desistir com aproximadamente 25% dos airs para ser inexplorável, dando check behind e perdendo o pote.

Overbets

Agora vamos olhar um pouco a estratégia de overbet tanto usada pelo ídolo de multidões “Isildur1”.

Isildur

Digamos que ao invés de apostar $75 em $100, o vilão apostou $170 no river. Agora o pote tem $270 e temos que pagar $170. Precisamos ganhar mais de 40% das vezes para poder dar call. Isso significa que a estratégia GTO dele é blefar exatamente 40% das vezes.

Olha só, que maneiro! Usando esse sizing (tamanho de aposta), ele se permite blefar mais! Agora ele não precisa desistir e perder o pote com uma parcela do range de air dele para ser inexplorável.

É uma jogada muito poderosa, porque além de botar muita pressão no seu oponente (o que trás bons resultados psicológicos a seu favor), você pode blefar com mais frequência e não ter que desistir tantas vezes no river sem valor de showdown. Com isso, Isildur1 botava pressão nos oponentes a todo momento, com apostas gigantescas com ranges muito bem construídos!

Imagina só: você jogando NLHE $500/$1000 Heads-up, o pote no river tem $30.000, você dá check com seu top pair planejando um check-call e o seu oponente aposta $100.000! Enquanto isso, em outra mesa, ele aposta $36.000 num pote de $20.000 no turn.

Tem que ter um jogo mental, além de muita habilidade, muitíssimo equilibrados apra conseguir jogar com um oponente desses! Por isso (e outros motivos mais, claro) que o “Isildur1” teve tanto sucesso na sua carreira de NLHE Heads-up.

Cuidado!

Mas atenção: é importante que a estratégia seja usada nas circunstancias corretas. Não vá sair overbetando para todo lado sem saber o por quê. No caso citado, tem que ser uma situação em que o range do vilão é fraco, composto em sua maioria por bluffcatchers. Um bom exemplo é uma situação em que o board contém muitos draws, o que faria com que o vilão jogasse mais agressivamente em alguma street com seus monstros (dois pares ou maior) para se proteger dos draws.

E aí, se o range dele naquela determinada situação se limita a um top pair com kicker médio, por exemplo, e nós teremos errado um monte de draws com os quais nós apostamos dois barrels e chegam no river como air, temos uma situação ideal para a overbet com boa parte do nosso range: todos os nossos top pairs com kicker bom, dois pares e sets por valor, e com os nossos missed draws como blefes.

Outro detalhe importante é que essa é uma estratégia boa contra jogadores muito bons que conseguirão observar nossas tendências e nos explorar. Se você está jogando contra um fish calling station, não tem problema nenhum em desistir com todos os seus airs no river e só apostar por valor se acha que ele vai foldar numa frequência muito baixa.

Para jogadores contra quem temos uma grande vantagem de habilidade, é muito melhor se preocupar em explora-los do que se preocupar com ser inexplorável.

Dica

Uma coisa que gosto de fazer no meu tempo de estudo é pegar uma mão nesse estilo e analisar o meu range no river, contando todas as combinações de valor e air para chegar a conclusão de qual é o sizing ideal para poder apostar a maior parte do meu range no river sem ser explorável.

Caso você não pratique nos momentos off-game, pode acabar cometendo erros como, naturalmente, ao não saber as verdadeiras frequências do seu range, usar as overbets de forma errada e com ranges mal construídos. O que é muito comum, já que saber com precisão o seu range é algo extremamente complexo e precisa de treino!

Boa sorte aplicando o novo conhecimento, espero que tenham gostado do artigo.

Overbet neles!

 

Felipe Piv é jogador de cash games mid stakes e divide seu tempo entre No-Limit Hold’em $200 até $600 e Pot-Limit Omaha $200.


Veja mais:

Salas de Poker