A Importância de Usar a Estatística Correta e Imediatamente Visível

Por: 09/08/2013

No poker moderno é fundamental o uso da estatística (stats). Mesmo que você não jogue mais de 3 mesas simultaneamente e assim consiga ficar ligado em tudo o que acontece, vai precisar delas, pois amanhã você pode não se lembrar de tudo ou não ter como conferir todas as anotações feitas.

Mais do que isso, você precisa de boas estatísticas, da maneira mais fácil que puder acessá-las! Aquela famosa stat com VPIP, PFR e Avg Agr / pot constitui só uma pequena parte do que você precisa saber. Portanto dedique tempo para dominar um software de estatística – eu recomendo o Hold’em Manager, pois consome menos recursos do sistema e tem uma gama maior e mais eficiente de stats, do que outros que utilizei.

E recomendo que você tenha em sua tela acesso imediato a MUITAS das informações que utiliza constantemente, ou seja, sem precisar de um clique sequer. E que você possa a distância de um clique acessar informações mais detalhadas de todas as stats que utiliza na sua janela principal, como Vezes/Oportunidades, Posição etc..

Vou dar uma dica como exemplo. É comum usar a stat BTN PFR – pré-flop raise no botão. Assim como as outras stats PFR por posição, ela trás uma informação muito inconsistente. Isso porque o software contabiliza todas as vezes que este jogador esteve no botão, e quantas vezes ele fez um raise ou re-raise. É comum de acontecer que, em cada 5 vezes, 4 ou 5 – todas – as vezes a ação tenha chegado a ele no botão, com o pote já aberto por outros raises, re-raises, limps, etc., então a estatística BTN PFR trará o número 20% ou 0% (em 5).

O que este número vai te ajudar quando você estiver no Big ou Small blind perante a um raise deste oponente? Muito pouco, porque na prática você não sabe se ele está atacando somente 0% a 20% no botão porque quer ou porque simplesmente não teve a oportunidade de fazer um steal barato.

Então, embora você deva manter a stat BTN PFR (e outras) nos popups a distancia de 1 clique, a informação que deveria ficar disponível na sua tela é a BTN STEAL – para outras posições chama-se RFI = Raise First. Esta stat lhe dará o número de vezes em que este jogador fez raise no botão quando a mão chegou sem ação até ele. E você vai começar a notar números impressionantes. O mesmo jogador que tinha aqueles 0 a 20% de BTN PFR pode aparecer jogador com 90% de raise no botão. Têm outros que vão ter um BTN PFR muito baixo, realmente mais baixo do que deveriam. Você vai perceber uma diferença grande também na MP RFI, que é a mesma informação para posições médias na mesa.

O mesmo para EP, e assim poderá muito facilmente descobrir qual é a “praça” de raise dos seus oponentes. Tem aqueles que gostam de jogar em EP, outros MP, outros em late, e hoje em dia muitos com qualquer coisa no SB, enfim.

Você vai ver como fica fácil dar um call marginal em um push do small blind que tem 5 em 5 SB Steal. Da mesma forma, verá como é fundamental saber sempre quais são seus adversários que estão jogando EP como se fosse o range de MP2, o que é muito comum hoje em dia.

Outro exemplo: jogando em 10 mesas simultâneas, com uma mão sem muito valor no SB, a ação chegando em fold até você. Você deveria querer saber imediatamente quantas vezes o seu BB foldou para roubo do SB, ou quantas vezes ele foldou um Cbet, tudo que possa ajudá-lo de maneira rápida a melhores decisões.

Outro recurso que deve ser dominado é o NoteCaddy do HM2. Este recurso faz notes pra você! Você deve comprar este produto à parte (é um menu do próprio programa), mas verá o quanto ele pode te ajudar. No último item das estatísticas do HM2, eles disponibilizam 8 samples do NoteCaddy para se ter uma noção da sua importância – dando-lhe as vezes/oportunidades de cada ocasião, entre elas:

Flop: Play Flush Draws Agressively
Flop: Play Straight Draws Agressively
Flop: Play Sets (trinca) Agressively

Este artigo foi escrito pelo usuário do Fórum MaisEV LuigiCorleone. Informações de contato: luigi.corleone@hotmail.com


Veja mais:

Salas de Poker